Morre Amir Khair, secretário de finanças de Erundina na prefeitura de SP

Economista tinha 80 anos e era especialista nas áreas fiscal, tributária e orçamentária

São Paulo

O economista Amir Khair, 80, morreu na última sexta-feira (11), após um mal súbito. O economista foi secretário de finanças da gestão de Luiza Erundina (PSOL-SP) na prefeitura de São Paulo (1989-1992) e coordenador financeiro da campanha de Marta Suplicy (Solidariedade-SP) à prefeitura, em 2000.

Formado em engenharia eletrônica e mestre em finanças públicas pela FGV (Fundação Getulio Vargas), ele foi crítico das altas taxas de juros e lucros dos bancos no Brasil.

Amir Khair
Amir Khair, ex-secretário de finanças da cidade de São Paulo, faleceu na última sexta (11), aos 80 anos - Marcelo Min/Folhapress

Khair atuou como como consultor fiscal, tributário e orçamentário. Elaborou o "Guia de Orientação para as Prefeituras: Lei de Responsabilidade Fiscal" para o governo federal em 2000 e assessorou a gestão financeira nas prefeituras de Belo Horizonte, Salvador, Goiânia, Ipatinga, Londrina, Angra dos Reis e Juiz de Fora.

Também criou um sistema de acompanhamento de gestão fiscal para a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo e coordenou a área de financiamento público e orçamento do Instituto Florestan Fernandes.

Em nota, a prefeitura de São Paulo diz que lamenta a morte e se solidariza com a família, parentes e amigos de Khair.

"Amir querido, estou muito triste com a tua partida. Perdi um irmão, um ser humano especial, um guerreiro. Vai deixar um vazio enorme, vai fazer muita falta à nossa luta. Vá em paz Amirzinho, que Deus te receba como você merece. Obrigada pela tua existência, pela amizade, pela ajuda", tuitou Erundina, que é candidata à prefeitura paulistana como vice de Guilherme Boulos (PSOL).

"Queridíssimo Amir Khair: como Luiza Erundina, também estou muito triste com a tua despedida do nosso convívio. Você sempre foi tão especial, combinando sobretudo seriedade, conhecimento de profundidade nas áreas de economia e finanças e a visão de quem queria contribuir para a construção de um Brasil mais justo como nesta ótima entrevista sobre a Renda Básica de Cidadania e o Imposto sobre Grandes Fortunas", escreveu o vereador e ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP).

"Hoje infelizmente perdemos um grande cidadão brasileiro, Amir Khair. Amir teve papel destacado como Secretário de Finanças do governo popular de Luiza Erundina. Nosso sincero sentimento à família!", disse Boulos.

"Despeço me de Amir Khair, grande economista que contribuiu enormemente para desbravar os conhecimentos em finanças públicas para alavancar políticas públicas. Foi um grande brasileiro!", afirmou o deputado federal ​Paulo Teixeira (PT-SP).

Khair deixa dois filhos, Sérgio Khair e Renato Khair, e dois netos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.