Governo argentino anuncia medidas para retomar exportações

Na agroindústria, haverá política de compensação e estímulos a pequenos produtores de soja

Buenos Aires

O governo argentino lançou, na noite desta quinta-feira (1º), um pacote de estímulos às exportações com o objetivo de trazer dólares ao país e aumentar as reservas, que vêm se esvaziando. As medidas dizem respeito aos setores de agroindústria, indústria, mineração e construção.

Na agroindústria, haverá uma política de compensação e estímulos aos pequenos produtores de soja, traduzidas num investimento de 11.5 bilhões de pesos.

Os exportadores de soja e derivados também terão uma redução nos impostos, transitória, que valerá de agora até o fim do ano. Passam de 33% a 30% em outubro, sobem para 31,5% em novembro, e para 32% em dezembro.

Com relação à indústria, a ideia é reduzir os impostos de produtos finalizados a 0%, e de insumos para a indústria a 3%. No caso da indústria automotriz, as reduções de impostos para países fora do Mercosul também é reduzido a 0% —também se trata de uma medida temporária.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.