Descrição de chapéu Facebook instagram

Anúncios no Facebook dão receita recorde à gigante das redes sociais

Empresa registra receita de US$ 28,07 bilhões, acima dos US$ 21,08 bilhões do último trimestre de 2019

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Sarah E. Needleman
The Wall Street Journal

O Facebook registrou receita e lucro recordes no quarto trimestre, pois as compras online de final de ano e o aumento do uso das plataformas da empresa durante a pandemia impulsionaram seu negócio de publicidade.

A gigante das redes sociais registrou receita de US$ 28,07 bilhões (cerca de R$ 151,58 bilhões), ante US$ 21,08 bilhões (R$ 113,8 bilhões) no último trimestre de 2019. O lucro do Facebook aumentou 52%, para US$ 11,22 bilhões, ou US$ 3,88 por ação. Ambas as medidas superaram em muito as projeções dos analistas.

Os últimos resultados também devem levantar preocupações entre os críticos sobre o poder de mercado exercido pela empresa matriz do Facebook, Instagram e WhatsApp.

O Facebook citou recentes decisões regulatórias europeias e prevê ventos contrários à publicidade como sérias ameaças.

A empresa também enfrenta outros desafios. No mês passado, a Comissão Federal de Comércio e 46 estados americanos entraram com ações antitruste contra o Facebook, acusando-o de comprar e congelar pequenas startups para sufocar a concorrência. O Facebook contestou as denúncias apresentadas, descrevendo-as como revisionismo histórico e defendeu suas aquisições como boas para a concorrência, os anunciantes e os consumidores.

A empresa também foi criticada por sua decisão de banir indefinidamente o ex-presidente Donald Trump do Facebook e do Instagram depois que ele fez postagens encorajando protestos no Capitólio dos Estados Unidos, que levaram a um tumulto mortal. A gigante tecnológica recentemente encaminhou o assunto a um comitê independente para determinar se Trump deve ser autorizado a voltar.

O Facebook também disse na quarta-feira (27) que estava adicionando US$ 25 bilhões a seu programa de recompra de ações existente. As ações da empresa, que ficaram atrás do Nasdaq Composite Index nos últimos três meses, caíram nas negociações de quarta.

Os analistas procuram sinais de que o Facebook está progredindo nos esforços para expandir seus negócios além da publicidade em áreas como e-commerce e realidade virtual.

A investida do Facebook no e-commerce pode render grandes benefícios em longo prazo, dizem os analistas. O Instagram Shopping e Reels, junto com o Facebook Marketplace, pode ser responsável por US$ 3 bilhões de receita adicional para a empresa neste ano, de acordo com uma nota recente do Morgan Stanley. A nota citou uma pesquisa que descobriu que cerca de um terço dos americanos usam Shopping e Reels mensalmente, enquanto mais da metade usa o Marketplace.

O Facebook é a primeira empresa de rede social dos EUA a relatar os lucros do trimestre mais recente. Snap e Twitter, que também desativaram as contas de Trump, estão programados para divulgar seus relatórios financeiros trimestrais no próximo mês. Nos três, os analistas procuram indicações para saber se banir o ex-presidente reduziu o envolvimento do usuário, embora os dados iniciais de empresas de análise não mostrem mudanças substanciais nos usuários diários ou no tempo gasto nos sites e aplicativos das plataformas.

O Facebook também continuou aumentando sua base de usuários nos últimos meses de 2020. Ele encerrou o terceiro trimestre com 1,82 bilhão de usuários diários e 2,74 bilhões de usuários mensais.
No terceiro trimestre, o número de usuários do Facebook cresceu em todos os mercados, exceto nos EUA e no Canadá, onde os usuários diários e mensais diminuíram em relação ao segundo trimestre. A empresa tinha avisado que os usuários provavelmente passariam menos tempo na plataforma quando as restrições ao coronavírus fossem suspensas.


RAIO-X DO FACEBOOK EM 2020
Lucro líquido - US$ 29,146 bilhões
Número de usuários mensalmente ativos - 3,30 bilhões
Receita bruta - US$ 85,965 bilhões
Principais concorrentes - Twitter, Google, TikTok

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.