Comissão Europeia prepara cenário sem acordo com Londres no 'brexit'

Segundo Jean-Claude Juncker, bloco se prepara para custear programa de fronteira na Irlanda

Duas bandeiras da União Europeia e uma do Reino Unido no topo tremulam ao lado de uma das torres do prédio do Parlamento britânico, que vista à esquerda
Manifestantes pró-União Europeia protestam em frente ao Parlamento britânico, em Londres, contra o 'brexit' - Niklas Halle'n - 20.jun.18/AFP
Dublin

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse nesta quinta-feira (21) que o bloco se prepara para destinar parte de seu fundo para o caso de que não haja acordo com o Reino Unido nas negociações do ‘brexit’.

As declarações foram feitas em visita ao Parlamento da Irlanda. O país é um dos principais problemas para a saída britânica, já que o restabelecimento da fronteira com a Irlanda do Norte romperia o acordo de paz de 1998.

“À medida que o relógio do ‘brexit’ está em contagem regressiva, devemos nos preparar para as eventualidades, incluindo um não acordo. Este não é um resultado desejável ou provável, mas não é impossível”, afirmou.

Segundo ele, a União Europeia deve se preparar com um fundo de € 120 milhões (R$ 524 milhões) para um novo programa de paz para quebrar as barreiras entre as comunidades da divisa do país com o território britânico.

Juncker disse ainda que não vai permitir ao Reino Unido o acesso ao mercado comum europeu, aludindo à proposta de Londres de continuar no mercado comum até conseguir uma solução para a fronteira com a Irlanda.

“Nosso respaldo é uma solução dialogada e trabalhada, feita para a Irlanda do Norte e assegurando sua situação constitucional. Mas esta solução para os norte-irlandeses não pode caber para todo o Reino Unido.”

Com a primeira-ministra britânica, Theresa May, tendo dificuldades de chegar a uma posição em seu governo sobre o ‘brexit’, as autoridades irlandesas recorreram à União Europeia para fazer cumprir as promessas de Londres.

A próxima reunião entre britânicos e as autoridades do bloco está marcada para o próximo dia 29.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.