Estrutura principal de Notre-Dame está salva, dizem bombeiros

'Vamos reconstruir a catedral juntos', disse presidente Emmanuel Macron; monumento foi atingido por incêndio

Paris

Bombeiros em Paris afirmaram ter salvo a estrutura principal da catedral de Notre-Dame do colapso. Um incêndio de grandes proporções consumiu parte do monumento da cidade, destruindo dois terços do telhado, nesta segunda-feira (15). 

"Agora acreditamos que as duas torres de Notre-Da​me foram salvas", disse o chefe dos bombeiros de Paris, Jean-Claude Gallet, a repórteres. "Consideramos agora que a estrutura principal da Notre-Dame foi salva e preservada."

Por volta das 23h, no horário do Brasil, os bombeiros de Paris anunciaram que o incêndio está "controlado", após cerca de nove horas combatendo as chamas que desfiguraram a igreja.

Em pronunciamento, o presidente Emmanuel Macron disse que "o pior foi evitado", e que "vamos reconstruir a catedral juntos". Ele acrescentou que uma campanha internacional de arrecadação de fundos será lançada. 

"O que aconteceu nesta noite é obviamente um drama terrível. [Os serviços de emergência lutaram contra o fogo] com extrema coragem, profissionalismo e determinação. Gostaria de agradecê-los por toda a nação. Esta é a nossa história, e ela está queimando", afirmou Macron.

As chamas que começaram no início da noite, às 18h50 (horário local), irromperam rapidamente no teto da catedral centenária e derrubaram a flecha da Notre-Dame, uma torre fina, que ficava no meio da catedral, seguido rapidamente por todo o telhado. 

Enquanto queimava à noite, os bombeiros lutavam para impedir que uma das torres do sino desmoronasse. Um bombeiro ficou ferido, a única vítima relatada.

Ainda há o risco de que algumas das estruturas internas entrem em colapso, e os bombeiros devem trabalhar durante a noite para resfriar essas partes.

Bombeiros tinham de lidar com fumaça e gotas de chumbo derretido para salvar obras de arte e relíquias abrigadas na catedral. A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, disse que algumas das muitas obras de arte que estavam na igreja foram retiradas e colocadas em um local seguro.

O serviço de Segurança Civil da França, possivelmente respondendo à sugestão do presidente norte-americano Donald Trump de que os bombeiros "ajam rapidamente" e empreguem aviões com tanques de água, disse que isso não era uma opção, pois poderia destruir todo o edifício.

O Vaticano disse que o incêndio no "símbolo do cristianismo na França e no mundo" causou choque e tristeza e afirmou estar rezando pelos bombeiros.

A catedral é um ponto focal para os católicos romanos franceses que, como cristãos em todo o mundo, celebram a Semana Santa, marcando a morte e a ressurreição de Jesus. O arcebispo de Paris convocou todos os padres em Paris a tocar os sinos das igrejas como um gesto de solidariedade.

A catedral estava em reformas. Na última sexta-feira (12), 16 estátuas de bronze que adornam os telhados da Notre-Dame foram retiradas para restauração. De acordo com os bombeiros, o incêndio está "potencialmente relacionado" às obras na edificação. 

A jornada da equipe que trabalha na reforma acabou às 17h, no horário local, quase duas horas antes do início do incêndio.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.