Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Mourão critica Macri um dia antes de visita de Bolsonaro à Argentina

Vice-presidente disse que mandatário argentino 'perdeu o passo' para realizar reformas

Recife

Um dia antes da visita do presidente Jair Bolsonaro (PSL) à Argentina, o vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão (PRTB), criticou o mandatário do país vizinho, Mauricio Macri.

Em evento fechado para empresários, na tarde desta quarta-feira (5), em um hotel na capital pernambucana, Mourão afirmou que o presidente argentino, aliado de Bolsonaro no plano internacional, não conseguiu realizar as reformas estruturantes necessárias.

“Foi tímido, foi devagar nisso. Perdeu o passo, mas é aquele que ainda confiamos”, destacou. 

O general Hamilton Mourão em reunião em que recebeu o título de Cidadão do Recife
O general Hamilton Mourão em reunião em que recebeu o título de Cidadão do Recife - Carlos Lima/Divulgação/Câmara Municipal

Mourão também lembrou que o panorama político apresenta dificuldades para a reeleição de Macri. 

“Parece que é difícil para ele vencer as eleições no atual momento. Nos preocupa a volta do kirchnerismo na Argentina, o que pode representar problemas de relacionamento com o nosso país”, alertou.

O vice-presidente ressaltou a importância da parceria comercial com a Argentina e comentou que havia expectativa grande com a vitória de Macri, que liderou uma frente de centro-direita em 2015. 

“O presidente Macri foi eleito, após o período kirchnerista, com a finalidade de promover as reformas estruturantes necessárias para que a Argentina andasse para frente”, relatou.

A reeleição do presidente argentino está em xeque. A mudança na principal candidatura de oposição, com Alberto Fernández no topo da chapa kirchnerista, e Cristina como vice, o pegou de surpresa. As pesquisas mostram aumento de chances desta composição.

A Argentina vive uma crise econômica, com inflação acumulada em 55% nos últimos 12 meses e perspectiva de PIB negativo neste ano, além do aumento da pobreza.

Bolsonaro, no entanto, disse em entrevista ao jornal argentino La Nación que apoia a política econômica "saudável" de Macri

"A economia é importante? Sim, e eles [os argentinos] podem contar com o apoio do Brasil no que for necessário para que possamos fazer o melhor para o povo argentino através de uma economia saudável como a que estamos tendo com Macri", afirmou.

Mourão esteve na capital pernambucana para receber da Câmara de Vereadores o título de cidadão recifense. O vice-presidente, após discurso de agradecimento em que lembrou o período que serviu ao exército no Recife nos anos 1980, saiu sem falar com jornalistas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.