Descrição de chapéu Brexit

Street ou largado, estilo de Boris Johnson divide consultores de moda

Premiê recém-empossado é conhecido por sua aparência desleixada

São Paulo

Terno desabotoado e amarrotado, camisa saindo para fora da calça, gravata levemente desalinhada e cabelo de quem acabou de acordar. 

Esse poderia ser o visual de um executivo em início de carreira que se vestiu às pressas, mas a descrição resume o estilo do recém-empossado premiê britânico, Boris Johnson.

Boris Johnson deixa a conferência anual do Partido Conservador, em Manchester; o primeiro-ministro é conhecido por seu cabelo desarrumado e seu estilo espalhafatoso de se vestir
Boris Johnson deixa a conferência anual do Partido Conservador, em Manchester; o primeiro-ministro é conhecido por seu cabelo desarrumado e seu estilo espalhafatoso de se vestir - Oli Scarff - 4.out.2017/AFP

Seu jeito é frequentemente caracterizado por comentaristas de moda e de política como bufão, farsesco, caótico.

As madeixas loiras e desgrenhadas do político de 55 anos talvez sejam sua verdadeira assinatura. “É uma pessoa que parece que corta o cabelo mas que não está nem aí pra tirar da cara, deixa desarrumado, o vento bate, o cabelo bate”, diz o cabeleireiro Celso Kamura, que cuidou do corte da ex-presidente Dilma Roussef.

Segundo Kamura, o corte “largadinho”, “street” de Boris “faz um estilo” no mundo político, além de ser fácil de combinar com bons ternos. “É bonito, liso. O [presidente dos EUA, Donald] Trump ia amar ter aquele cabelo.”

Para André do Val, que dá consultoria de estilo para executivos de grandes bancos, “ele se veste como uma criança desajeitada, com tudo fora do tamanho, o cabelo bagunçado”. “Faz parte de uma onda de políticos conservadores que fazem o tipo ‘não ligo pra isso’.”

“Mas ao mesmo tempo Boris é muito carismático, não é tão truculento como outros líderes conservadores”, completa.

O cientista político da ESPM Rio e da UERJ Fábio Vasconcellos diz que o estilo “mais bonachão” de Boris faz com que ele se aproxime “de um público mediano”, que não necessariamente acompanha política.

Ele usa como exemplo uma ocasião em que o sucessor de Theresa May se deixou fotografar enquanto corria num parque: de gorro vermelho com listras pretas, calção vermelho com estampa de flores e camisa polo azul que combinava com os fones de ouvido. 

“Será que não somos um pouco assim em casa, será que não erramos na maneira de nos vestirmos?”, questiona.

Boris Johnson corre no parque em 2017 com estilo peculiar 
Boris Johnson corre no parque em 2017 com estilo peculiar  - @PoliticalPics no Twitter

A persona esportiva de Boris não se parece em nada com a daquele que foi seu principal concorrente ao cargo de primeiro-ministro, Jeremy Hunt

O ex-chanceler adota look mais básico ao sair para correr: camiseta dry fit cinza, calção preto e tênis preto. 

Vasconcellos diz que pouco importa se o despojamento de Boris é intencional ou não. Ele sabe que será fotografado ao sair de casa, e opta por se mostrar assim em público. 

A atitude é distante do formato “pasteurizado, de políticos empacotados que acontecia há 15 ou 20 anos”. “Ele dá uma ideia de autenticidade, e a opinião pública digital tende a ver isso com bons olhos.”

O ex-ministro de Relações Exteriores Jeremy Hunt adota figurino sóbrio para corrida matinal em Londres
O então ministro de Relações Exteriores Jeremy Hunt adota figurino sóbrio para corrida matinal em Londres - Hannah Mckay - 22.jun.2019/Reuters

​Boris não está alheio aos comentários que seu look desperta. “Mesmo que ninguém me aponte como sendo particularmente bem vestido, eu aprecio essas coisas”, disse em 2009, época em que, como prefeito de Londres, tomou atitudes em prol da indústria de moda britânica, dentre as quais a implantação de um programa de fomento de negócios para novos estilistas.

Seu estilo espalhafatoso, contudo, não deixa de ter um lado mais comportado. Para o estilista Ivan Aguilar, ex-alfaiate de Lula, o conservadorismo do agora líder dos conservadores se traduz em um guarda-roupas de ternos mais sóbrios.

“Boris não usa cores, não é um autêntico londrino que usa xadrez, lapela larga, vinho com azul-marinho. Ele mais parece com um político ou um executivo francês, de ‘dress code’ mais discreto”, comenta Aguilar. “Apesar do cabelo bem maluquinho.” 

Para quem quiser adotar o visual do premiê, o site da loja de moda inglesa Harvey Nichols tem uma página que vende dois itens do universo de Boris: camisa azul clara e escova de cabelo estampada com a bandeira britânica.

“Você não precisa estudar em Eaton para vestir uma das cobiçadas camisas da instituição”, aponta a descrição da peça, que sai por 125 libras (R$ 588). Boris estudou no internato de elite na cidade de Windsor, uma das últimas escolas do tipo na Inglaterra, que educa exclusivamente garotos. A peça daria ao consumidor um “estilo formal sem esforço”, de acordo com a loja.

Já a descrição da escova é direta: “Ó, Boris, é hora de melhorar sua atitude... e seu cabelo”.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.