Coreia do Norte obstrui janelas de prédios altos para impedir espionagem, dizem sites

Moradores poderiam olhar, de cima para baixo, prédios governamentais

Choe Sang-Hun
Seul | The New York Times

​A Coreia do Norte tampou as janelas de edifícios altos em sua capital, Pyongyang, para impedir os moradores de espionar ou ter uma visão de cima para baixo sobre prédios do governo e de seu partido onde trabalha o líder do país, o ditador Kim Jong-un.

A informação foi divulgada na última semana por um site de notícias.

Sob Kim, o país arquitetou um boom de construção em Pyongyang, erguendo diversos arranha-céus residenciais e distribuindo as habitações entre cientistas nucleares e de mísseis, além de membros de outros grupos de elite.

Mas isso parece ter criado um problema: os moradores dos andares superiores dos edifícios podem literalmente olhar, de cima para baixo, os prédios governamentais onde trabalham Kim e outros membros da elite partidária.

Prédios em Pyongyang, em setembro de 2018 - Danish Siddiqui /Reuters

Em julho, o site Daily NK, sediado em Seul e especializado em notícias sobre a Coreia do Norte, divulgou que funcionários do Ministério de Segurança do Estado, a polícia secreta norte-coreana, haviam visitado apartamentos dos andares superiores que tinham vista para instalações governamentais importantes na região central de Pyongyang e instalado barreiras fixas de concreto e outros materiais que obstruíam a vista.

"As medidas visam impedir que pessoas façam fotos de instalações governamentais importantes a partir dos apartamentos dos andares superiores e as mandem para fora da Coreia do Norte", disse o Daily NK, citando fontes norte-coreanas anônimas. 

"Além disso, não querem que as pessoas olhem de cima para baixo sobre as instalações do Partido dos Trabalhadores [da Coreia do Norte] e outras repartições governamentais."

Na última sexta-feira (4), o NK News, outro site especializado sediado em Seul, forneceu evidências fotográficas de que as janelas dos pisos superiores de edifícios que dão de frente para a sede do partido foram bloqueadas por chapas.

O site incluiu fotografias de chapas ou telas tampando janelas dos edifícios, dizendo que as fotos foram feitas entre os meses de agosto e setembro.

Não é possível determinar os motivos da instalação das telas que tampam as janelas. A Coreia do Norte é um dos países mais isolados do mundo, e seu governo totalitário promove um culto às personalidades de Kim, seu pai e seu avô, que o antecederam no poder. Lá, não é permitida a atuação da mídia independente.
 

Tradução de Clara Allain

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.