Biden e Sanders cancelam eventos de campanha por causa de coronavírus

Citando razões de segurança, democratas suspendem comício em Cleveland

Nova York | Reuters

O primeiro grande cancelamento da campanha presidencial dos EUA em função do coronavírus aconteceu nesta terça (10): os pré-candidatos Bernie Sanders e Joe Biden suspenderam eventos de suas campanhas em Cleveland, no estado de Ohio.

Os democratas estão na expectativa pelos resultados das primárias que ocorrem em seis estados americanos nesta terça. Ambos estão na corrida para a nomeação do candidato que vai concorrer contra o republicano Donald Trump nas eleições de novembro.

"Devido à preocupação com a saúde pública e a segurança, estamos cancelando o comício de hoje à noite em Cleveland", disse Mike Casca, um porta-voz da campanha do senador progressista Sanders.

O senador Bernie Sanders em comício no Missouri - Tim Vizer/AFP

Segundo Casca, a decisão foi baseada em alertas de oficiais do estado de Ohio sobre os riscos de levar a cabo grandes eventos em locais fechados durante um período de expansão do novo coronavírus. Eventos futuros serão analisados caso a caso, acrescentou.

A campanha do ex-vice-presidente optou pelo mesmo caminho, citando uma "abundância de cuidados". Espera-se que Biden fale com a imprensa mais tarde nesta terça.

Mais cedo, o governador de Ohio, Mike DeWine, pediu em uma rede social que grandes eventos em locais fechados fossem suspensos.

O cancelamento sublinha a ansiedade generalizada causada pela epidemia do vírus, que pode começar a afetar diretamente a campanha democrata em um momento crucial da etapa de nomeação.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.