Descrição de chapéu Coronavírus

Total de vítimas da Covid-19 nos EUA supera número de americanos mortos na Guerra do Vietnã

Doença provocou em dois meses mesma quantidade de mortes de conflito que durou mais de dez anos

São Paulo

O total de mortos pelo novo coronavírus nos Estados Unidos passou de 58.351 na terça (28) e superou uma marca simbólica. O número é superior ao total de vidas americanas perdidas durante a Guerra do Vietnã, a maior derrota militar sofrida pelo país.

O conflitou durou mais de uma década. Já a Covid-19 chegou a cifra similar de vítimas em cerca de dois meses. A primeira morte causada pela doença nos EUA foi registrada em fevereiro.

Cartaz em Saigon celebra os 45 anos do fim da Guerra do Vietnã e a unificação do país - Nhac Nguyen/AFP

A Guerra do Vietnã foi a principal derrota militar sofrida pelos Estados Unidos. Um dos maiores e mais equipados exércitos do mundo foi derrotado por soldados que usavam táticas de guerrilha.

O conflito começou no fim dos anos 1950 e foi um dos cenários da disputa entre Estados Unidos e União Soviética, as maiores potências à época.

O Vietnã havia sido dividido em dois. No norte, um grupo comunista tomou o poder, pretendia conquistar o sul e unificar o país. Seus combatentes usavam ataques-surpresa, emboscadas e outras táticas de guerrilha, aproveitando o conhecimento da geografia local.

O governo do Vietnã do Sul era aliado dos EUA, e Washington passou a enviar soldados para ajudar nos combates, em quantidades crescentes. Em 1969, havia cerca de 500 mil militares americanos no país.

Já o norte recebia apoio da China e da União Soviética, que forneciam armas e suprimentos. Os vietnamitas conseguiram resistir ao avanço dos EUA e, ao prolongar o conflito, esgotaram a capacidade política do governo americano de manter uma guerra sem fim.

Com o alto número de mortes, houve muitas manifestações pelo fim da guerra nas ruas dos Estados Unidos. Com isso, as tropas americanas foram sendo retiradas aos poucos.

Em 1973, após uma ofensiva do norte, foi assinado um acordo de paz, e os EUA deixaram o Vietnã. Dois anos depois, o norte dominou o sul e unificou o país, encerrando o conflito.

Estima-se que 2 milhões de pessoas morreram, somando civis e militares. A ampla maioria foi de vietnamitas. Os EUA registraram oficialmente 58.200 militares americanos mortos.

Após o Vietnã, os Estados Unidos só se envolveriam oficialmente em um conflito militar quase 20 anos depois, em 1991, na Guerra do Golfo.

A situação do Vietnã teve custos políticos. O presidente democrata Lyndon Johnson, que aumentou a aposta na guerra e depois tentou freá-la, não conseguiu eleger seu sucessor em 1968, e o republicano Richard Nixon venceu.

Em 1971, documentos relevados pelo jornal The Washington Post mostraram que o governo dos EUA escondeu do público a situação real no Vietnã. Nixon tentou proibir a divulgação do material, mas foi barrado pela Justiça.

Nixon foi reeleito em 1972, enquanto conversas de paz para o fim da guerra eram realizadas. Em 2020, o presidente Donald Trump busca a reeleição. Sua resposta à crise certamente trará impactos para o resultado das urnas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.