Em vez de debate, Trump e Biden responderão a eleitores em canais diferentes na mesma hora

Republicano estará na TV NBC, enquanto democrata falará na ABC na noite de quinta (15)

The New York Times

Donald Trump pode não debater com Joe Biden no mesmo palco na noite de quinta-feira (15), conforme originalmente previsto. Mas os dois candidatos, mesmo assim, vão se enfrentar diretamente.

O canal de TV NBC News confirmou nesta quarta-feira (14) que transmitirá um evento no qual Trump, em Miami, discutirá com eleitores do estado da Flórida às 20h (no horário local, 21h em Brasília) desta quinta.

O presidente Donald Trump, durante discurso em Jacksonville, na Flórida - Tom Brenner - 24.set.2020/Reuters

O evento vai coincidir diretamente com um programa similar, transmitido pela emissora ABC, que Biden fará na Filadélfia. No mesmo horário. O encontro do democrata com uma plateia já estava programado desde a semana passada, depois de Trump, que contraiu Covid recentemente, rejeitar planos para converter o segundo debate presidencial em um confronto virtual. O debate acabou sendo cancelado.

O evento da NBC, a ser moderado pela apresentadora do programa “Today” Savannah Guthrie, dependia de a campanha republicana apresentar comprovação independente de que o presidente não representará um risco à segurança dos outros participantes, incluindo integrantes da equipe técnica da emissora, eleitores e a própria Guthrie, devido à infecção recente por Covid-19.

Executivos da NBC ainda esperavam por essa comprovação na tarde da terça-feira (13), mas à noite a rede decidiu que estava tranquila para seguir adiante, disseram duas pessoas a par do planejamento.

No programa “Today” desta quarta-feira, o âncora da NBC Craig Melvin disse que o evento com o presidente “vai seguir as diretrizes determinadas pelas autoridades de saúde” e apresentou uma declaração de Clifford Lane, diretor clínico do NIH (Institutos Nacionais de Saúde).

Na declaração, Lane afirma que reviu os dados médicos sobre a condição de Trump, incluindo seu exame de PCR –um teste diagnóstico do coronavírus, amplamente utilizado e que é visto como mais confiável do que o teste rápido por antígeno—, usando amostra que o NIH havia colhido e analisado na terça-feira.

Lane concluiu, “com elevado grau de confiança”, que o presidente “não está disseminando vírus contagioso”. A NBC não disse explicitamente que Trump recebeu resultado negativo de seu teste PCR.

O republicano e seus assessores não têm divulgado detalhes extensos sobre a condição médica do presidente, e, nos últimos dias, executivos da NBC não constituíram exceção.

Até a noite de terça, a rede estava preparada para cancelar o evento se a equipe do presidente não apresentasse provas convincentes de que não há possibilidade de Trump contaminar pessoas à sua volta.

O encontro desta quinta será ao ar livre, no Pérez Art Museum, em Miami, e o público presente terá de usar máscaras. Guthrie e Trump estarão sentados a pelo menos 4 metros de distância um do outro.

A NBC começou a discutir a possibilidade de um evento com a campanha de Trump na semana passada, depois de Trump ter desistido de participar do segundo debate presidencial. A rede deixou claro desde o início que precisava de comprovação externa da condição médica do presidente.

Funcionários da NBC não disseram exatamente quais critérios a rede solicitou, mas a direção do canal disse que não está se fiando unicamente na palavra do médico da Casa Branca, Sean Conley.

O médico não responde às perguntas de repórteres há mais de uma semana. Na segunda, disse que Trump teve resultado negativo “em dias consecutivos” em um teste rápido de antígenos do coronavírus não destinado a essa finalidade. Especialistas avisam que a precisão do exame ainda não foi suficientemente pesquisada para que se possa ter certeza de que o presidente está livre do vírus.

O evento da NBC é uma das últimas oportunidades que Trump terá em sua campanha para apresentar seus argumentos diante de uma grande plateia pela televisão. Será transmitido simultaneamente pela MSNBC e CNBC, praticamente garantindo ao presidente uma audiência maior que a do encontro de Biden na mesma noite, previsto para ir ao ar em uma única rede de televisão tradicional.

Os dois candidatos devem se encontrar para um debate final em Nashville em 22 de outubro, a ser moderado pela correspondente da NBC Kristen Welker.

Tradução de Clara Allain

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.