Leitor comenta coluna de Ruy Castro sobre redes sociais

Leitores comentam absolvição de acusado de estupro em SC

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Redes ou não redes?
Diferentemente de Ruy Castro ("Sem Facebook e tudo bem", Opinião, 6/10), abandonei meu telefone fixo, comprado há anos a peso de ouro, e fui para o smartphone e para o Facebook, que recentemente restringiu minha conta por um comentário postado. Não posso mais comentar nem curtir, mas eles querem que continue olhando as publicações, coisa que deixei de fazer, mostrando-lhes que são supérfluos e que não me viciei.
Claudir José Mandelli (Tupã, SP)

Telefones antigos à venda na feira do vão livre do Masp, em São Paulo - Cris Faga/Fox Press Photo/Folhapress

Lucro e civilização
O papel das redes sociais na construção da agenda pública é um caminho sem volta para a anomia. O discurso tóxico, sectário e de ódio promove engajamento e potencializa lucros. As plataformas tecnológicas se transformaram em veículos de comunicação, mas não respondem, como a imprensa profissional, pelos conteúdos veiculados. Logo, a moderação e a curadoria do que é publicado é ruim para os negócios. Sem regulação o lucro prevalecerá sobre a civilização.
José Tadeu Gobbi (São Paulo, SP)


Abusos na igreja
Não há adjetivo para qualificar a torpeza e a monstruosidade dos abusos sofridos por crianças e adolescentes na Igreja Católica ("Padres católicos na França abusaram de ao menos 200 mil crianças em 70 anos" (Mercado, 5/10). Para nós, mulheres, é tão vil quanto um estupro, com a diferença de que esses meninos inocentes confiavam na "santidade" do seu malfeitor. O celibato não justifica esses atos.
Ângela Luiza S. Bonacci (São José dos Campos, SP)


À deriva
Apesar da dor que sinto por ver a minha profissão, a medicina, ser tão atacada devido a maus profissionais e instituições inidôneas, tenho que louvar o editorial "Medicina à deriva" (Opinião, 7/10). De relevância, a crítica ao Conselho Federal e aos conselhos regionais de Medicina, os quais de há muito tempo perderam a credibilidade perante nós, médicos, e também perante à sociedade. Parabéns!
José Elias Aiex Neto (Foz doIguaçu, PR)


Libération
"Lula é capa do jornal francês Libération e diz que Bolsonaro vai perder" (Mônica Bergamo, 7/10). Bolsonaro é medíocre e uma enorme ameaça ao Brasil e ao mundo (no caso, por sua política ambiental). Fez da eleição de 2022 assunto de interesse internacional. Seja qual for o sucessor, que a "profecia" de Lula se cumpra.
Jonas Nunes dos Santos (Juiz de Fora, MG)

"Lula é capa do jornal francês Libération e diz que Bolsonaro vai perder". Deixando de lado o péssimo gosto do respeitável periódico francês, seria ótima a derrota de Bolsonaro. E seria desastrosa e catastrófica para o país uma eventual vitória de Lula e a volta da cleptocracia lulopetista.

Maurílio Polizello Junior

Ribeirão Preto, SP

Argumentos
Se Bolsonaro e filhos não forem presos, será muito difícil arrumar argumentos para prender outros políticos. Que a justiça seja feita.
Paulo Bittar (São Paulo, SP)


Absolvido
"Por unanimidade, Justiça confirma absolvição de acusado de estuprar Mariana Ferrer" (Cotidiano, 7/10). Sentença:a vítima é culpada!
Luiz José Almeida Fayad (Balneário Piçarras, SC)

Todos são inocentes até que se prove o contrário. Porém é curioso como essa máxima não vale quando o "suspeito" é negro ou pobre. Aí, na opinião de quem está defendendo com tanta alegria essa sentença, é "bandido bom é bandido morto", "direitos humanos para humanos direitos", entre outras barbaridades.
Nicole Abud (São Paulo, SP)

Atenção, machos estupradores! Em Santa Catarina está liberado! Viva o bolsonarismo! Este país está nauseabundo...

Daniel Barbosa

Ubatuba, SP


Santa Catarina está revelando um aspecto muito sombrio que desconhecíamos. Já houve o caso do reitor que, injustiçado, cometeu suicídio. Aquele Sul civilizado era só fachada. Essa decisão nos envergonha. Espero que alguma instância superior faça justiça. O corporativismo do Judiciário é de dar náuseas.
Maria Torres (São Paulo, SP)

Se a moça fosse filha de gente influente ou de algum desses desembargadores/a o resultado seria outro.

Hélio Moritz

Florianópolis, SC


Esse lance de a palavra da mulher virar uma espécie de mandamento divino já deu. Não se pode sair condenando as pessoas sem provas. Parabéns à justiça de Santa Catarina.
Davi Uriel (Passos, MG)

Estagiária
"Ex-estagiária de Lewandowski é alvo de busca e apreensão da PF" (Poder, 7/10). Verdadeira araponga sem pena, caiu na lábia do don Juan Allan Santos e ofereceu a ele informações do STF. Ainda bem que a PF entrou nessa parada.
Jane Tadeu Silva (Aracaju, SE)

Brasília sempre exalou um aroma de sordidez, mas nunca como nos dias de hoje. As emanações deste governo são sempre fétidas.

Hernandez Piras Batista

São Paulo, SP

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.