Não é verdade que Bolsonaro disse que se alistaria a um exército nazista

Vídeo de bastidores de um programa de 2012 teve áudio alterado

São Paulo

Circula pelas redes sociais um vídeo com edições de áudio em que, supostamente, Jair Bolsonaro (PSL) teria dito que se alistaria a um exército nazista se tivesse oportunidade.

O vídeo alterado mostra os bastidores de uma entrevista dada ao CQC em 2012. Um homem ao fundo pergunta a Bolsonaro se, mesmo sabendo das histórias da Segunda Guerra Mundial, faria parte do exército de Hitler. “Pode, sem problema nenhum, tenho uma resposta muito boa para dar”, responde o capitão reformado.

No vídeo original, Bolsonaro responde que o alistamento era obrigatório, e não opcional. O trecho em que diz “sem problema nenhum” foi retirado de outro momento da fala do candidato. Esta resposta era para saber se teria algum problema que ele respondesse a uma pergunta com a câmera ligada. 

Se recebeu alguma informação que acredita ser falsa, comunique o ​WhatsApp da Folha (0-xx-11  99486-0293). Pode ser áudio, vídeo, corrente, imagem ou notícia que circule pelo aplicativo ou por redes sociais, como Facebook, Instagram ou Twitter. O jornal faz uma seleção do conteúdo a ser checado e publica o resultado desse trabalho em Folha Informações.
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.