Descrição de chapéu Jaboticabal Brasileira

Folha fará sabatinas com os cinco candidatos à Prefeitura de Jaboticabal

Entrevistas serão publicadas diariamente, a partir da próxima segunda-feira (19)

Ribeirão Preto

A Folha irá sabatinar na semana que vem os cinco candidatos à Prefeitura de Jaboticabal (a 342 km de São Paulo).

As sabatinas irão ar sempre às 9h, uma por dia, a partir de segunda-feira (19). O primeiro candidato a ser sabatinado é o atual vice-prefeito, Vitorio de Simoni (MDB), que está em sua primeira disputa ao cargo.

Candidatos a prefeito da cidade de Jaboticabal, SP.  Da esq. para a direta: João Roberto da Silva (DEM), José Giácomo Baccarin (PT), Vitorio de Simoni (MDB), Professor Emerson (Patriota) e Marcos Bolsonaro (PSL)
Candidatos a prefeito da cidade de Jaboticabal, SP. Da esq. para a direta: João Roberto da Silva (DEM), José Giácomo Baccarin (PT), Vitorio de Simoni (MDB), Professor Emerson (Patriota) e Marcos Bolsonaro (PSL) - Eduardo Anizelli/Folhapress e Facebook

Na terça-feira (20), será a vez de Professor Emerson (Patriota), ex-vereador e que disputa a prefeitura pela terceira vez. O ex-prefeito José Giácomo Baccarin (PT), que governou Jaboticabal de 1989 a 1992, será o entrevistado da quarta-feira (21).

A sabatina de Marcos Bolsonaro (PSL), estreante na política, será publicada na quinta (22). O encerramento será com Professor João (DEM), também ex-vereador, na sexta-feira (23).

Os cinco candidatos serão sabatinados pelos jornalistas Eduardo Scolese, editor de Poder da Folha, e Marcelo Toledo, correspondente da Folha em Ribeirão Preto, vizinha a Jaboticabal.

Conhecida como Athenas Paulista, mas também já chamada de Cidade das Rosas e de Cidade da Música, Jaboticabal tem cobertura completa da Folha durante as eleições municipais deste ano.

Uma campanha parelha, problemas estruturais e a atuação restrita da imprensa profissional são alguns dos ingredientes que tornam interessante a cobertura jornalística nessa cidade de 77 mil habitantes.

Jaboticabal, ao contrário do que já ocorre em outras localidades menores, não tem uma TV (comunitária ou educativa) para a transmissão do horário eleitoral gratuito, o que faz com que a campanha seja diferente das disputas dos grandes centros.

Os candidatos, e a própria dinâmica local, estão sendo acompanhados diariamente pelo jornal, assim como ocorre nas eleições em grandes centros, como São Paulo e Rio de Janeiro.

Além dos ingredientes políticos colocados na disputa deste ano, Jaboticabal foi escolhida pela Folha por ser uma cidade com forte peso educacional, com quatro universidades ou centros universitários, e também se destacar economicamente na agricultura e nas indústrias de alimentação e cerâmica. ​

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.