Descrição de chapéu Europa União Europeia

Confira lista atualizada de países que recebem brasileiros sem quarentena obrigatória

França, Alemanha e Irlanda não aceitam imunizados com Coronavac

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Alexandre Putti
São Paulo

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19, tem se tornado cada vez mais viável aos brasileiros o sonho de uma viagem internacional. Portugal, por exemplo, anunciou nesta quarta-feira (1º) que a entrada de turistas brasileiros, proibida desde março de 2020, volta a ser autorizada.

O país não detalha a imunização como critério obrigatório. É preciso, no entanto, apresentar um teste negativo para a Covid-19, um exame PCR feito até 72 horas antes do embarque, ou um teste de antígeno realizado até 48 horas antes. Menores de 12 anos e portadores do passe sanitário europeu estão isentos da apresentação do teste.

Avião decola do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. - Bruno Santos/Folhapress

Países como França, Alemanha e Irlanda também aceitam brasileiros, mas apenas com os imunizantes da Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen.

Os Estados Unidos, por sua vez, não abriram suas fronteiras para o Brasil. Uma viagem para lá, no entanto, não é impossível, mesmo com as fronteiras fechadas. Isso porque o México recebe brasileiros e tem a entrada permitida nos EUA, desde que se apresente um teste negativo para a Covid-19.

Deste modo, os brasileiros podem desembarcar no México, fazer quarentena de 14 dias e, com um teste PCR negativo, dar entrada nos EUA.

Já o Canadá pretende abrir as fronteiras para brasileiros a partir do próximo dia 7. Serão aceitos turistas imunizados com AstraZeneca, Pfizer, Janssen e Moderna.

Alguns países da Ásia e África também estão recebendo turistas brasileiros, com diferentes exigências em cada nação. E vale lembrar que, independentemente do destino, é exigido de todos os turistas que embarcam de volta para o Brasil um teste PCR com antecedência de 72 horas antes do voo.

Confira a lista atualizada com os principais destinos.

América

Bahamas

Turistas brasileiros podem entrar em Bahamas apresentando teste PCR negativo ou comprovante de vacinação completa, de qualquer imunizante.Com 389 mil habitantes, os números de novos casos e mortes em Bahamas vem caindo. O pico de casos foi registrado em 11 de agosto, com 130 novas infecções e uma morte.

Colômbia

Brasileiros podem entrar na Colômbia sem necessidade de fazer quarentena, nem mesmo apresentar vacinação e teste PCR. A única exigência do país é o preenchimento de um formulário de saúde, que deve ser apresentado na imigração. Com pouco mais de 50 milhões de habitantes, a Colômbia chegou a registrar, em junho deste ano, o maior número de infectados diários da América Latina. No momento, os casos no país vêm caindo, com 2.245 novas infecções em média diária.

Costa Rica

A Costa Rica aceita brasileiros vacinados com os imunizantes da Moderna, Pfizer, AstraZeneca ou Janssen. Caso não estejam vacinados, o país exige dos turistas a contratação de um seguro de viagem obrigatório junto de um teste PCR negativo feito 72 horas antes do embarque. A situação da pandemia no país de 5 milhões de habitantes ainda é preocupante. A Costa Rica registrou, nesta semana, a maior média diária de casos desde maio de 2021, com 2.162 novas infecções.

México

Brasileiros podem entrar no México sem apresentar vacinas, nem mesmo teste PCR. Os números no país ainda são altos, mas entraram em queda nas últimas semanas. Com 127 milhões de habitantes, foram registradas 15.803 novas infecções em média diária.

República Dominicana

Viajantes brasileiros totalmente vacinados 21 dias antes do embarque, com todos os imunizantes oferecidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), podem entrar. Sem a vacina, o país exige um teste PCR realizado até 72 horas antes da viagem. Com 10 milhões de habitantes, a situação da pandemia no país é controlada e os números estão em queda, com 274 novas infecções em média por dia.

Europa

Alemanha

A Alemanha aceita brasileiros que tomaram as vacinas da Pfizer, Moderna, Covishield, AstraZeneca e Janssen. O passageiro precisa apresentar o comprovante de imunização 14 dias após tomar a segunda dose ou dose única. Com 83 milhões de habitantes, os números na Alemanha voltaram a subir. Após uma queda em julho, o número médio de novas infecções registradas a cada dia no país aumentou em mais de 6.500 nas últimas três semanas.

Espanha

A Espanha foi o mais recente país da Europa a abrir para brasileiros. O país aceita os imunizantes aprovados pela OMS, incluindo a Coronavac e todas as outras aplicadas no Brasil. Para entrar no país, brasileiros precisam apresentar comprovante de imunização 14 dias após a aplicação da segunda dose ou dose única. Com 46 milhões de habitantes, a pandemia na Espanha apresenta melhora. O número médio de novas infecções registradas a cada dia cai em mais de 11.300 nas últimas três semanas.

Finlândia

A Finlândia aceita brasileiros que tomaram todas as vacinas oferecidas pelo Brasil. O viajante precisa apresentar o comprovante 14 dias após a segunda dose ou dose única. O país europeu, que tem 5 milhões de habitantes, foi um sucesso no combate ao coronavírus. Os números voltaram a subir em agosto, mas já estão novamente em queda, com 592 novas infecções relatadas em média diária.

França

A França permite a entrada de brasileiros que estiverem vacinados com os imunizantes da Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen. O viajante precisa esperar uma semana após a segunda dose, ou 28 dias no caso de dose única. O país europeu, de 67 milhões de habitantes, teve uma alta de casos no mês de agosto, devido à variante Delta, mas os números já estão em queda, com 17.553 novas infecções relatadas em média diária.

Irlanda

Brasileiros completamente vacinados com os imunizantes da Pfizer, Moderna, Janssen e AstraZeneca podem entrar na Irlanda 15 dias após a segunda dose ou dose única. Além do certificado, o viajante deve apresentar um teste RT-PCR negativo para Covid-19, realizado até 72 horas antes do embarque. Com 4 milhões de habitantes, os números da Covid-19 voltaram a subir na Irlanda. O país registrou 1.808 novas infecções relatadas em média diárias.

Islândia

A Islândia, assim como a Espanha, aceita brasileiros que foram vacinados com todos os imunizantes aprovados pela OMS, incluindo a Coronavac, e todas elas 14 dias após a imunização completa. O país exige, também, a apresentação de teste PCR negativo 72 horas antes do embarque. Após atingir o maior pico em agosto, a Islândia está se recuperando e os números estão caindo. O país com 356 mil habitantes registra 84 novas infecções em média diária.

Portugal

Portugal não detalha a imunização como critério obrigatório. É preciso, no entanto, apresentar um teste negativo para a Covid-19, um exame PCR feito até 72 horas antes do embarque, ou um teste de antígeno realizado até 48 horas antes. Menores de 12 anos e portadores do passe sanitário europeu estão isentos da apresentação do teste.

Suíça

Todas as vacinas aplicadas no Brasil são aceitas na Suíça. O passageiro precisa apresentar o comprovante de imunização 14 dias após tomar a segunda dose ou dose única. Com 8 milhões de habitantes, a Suíça teve piora nos números da Covid-19. As infecções estão aumentando no país, com 2.571 novas infecções relatadas em média diária.

Ucrânia

O país exige comprovação de vacinação com qualquer imunizante aprovado pela OMS, que inclui todos aplicados no Brasil.Com 44 milhões de habitantes, o país está em queda nos números de casos, com 1.395 novas infecções relatadas em média diária.

Ásia e África

África do Sul

O país exige um teste PCR feito até 72h antes do embarque e um formulário de saúde preenchido para ser entregue na imigração. O país, que tem 58 milhões de habitantes, está com altos números de novas infecção pela Covid-19, registrando 10.565 novos casos em média diária.

Egito

O país autoriza a entrada de brasileiros 100% vacinados, com qualquer imunizante. Sem a vacina, o país exige teste PCR feito 72 horas antes do embarque e um formulário de saúde para apresentar na imigração. Com 100 milhões de habitantes, o Egito conseguiu controlar a pandemia no país, mas os números voltaram a crescer nos últimos dias, com 210 novas infecções.

Maldivas

O país abriu para brasileiros e exige um teste PCR feito 72 horas antes do embarque. O viajante também precisa preencher um formulário de saúde para apresentar na imigração. Com 530 mil habitantes, as Maldivas estão com a pandemia sob controle, tendo 127 novas infecções em média por dia.

Tailândia

O país aceita brasileiros que estiverem 100% vacinados com todos os imunizantes disponíveis no SUS. Com 69 milhões de habitantes, a Tailândia bateu recorde de casos de Covid-19 em agosto deste ano e agora está novamente queda, com 17.611 novas infecções relatadas em média diária.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.