Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/02/2011 - 09h49

Mais de 34% da frota de SP falta à inspeção veicular em 2010

Publicidade

EVANDRO SPINELLI
DE SÃO PAULO

Em 2010, 34,9% dos veículos esperados pela Prefeitura de São Paulo deixaram de fazer a inspeção veicular.

Moacyr Lopes Jr. - 24.abr.10/Folhapress
Técnico faz inspeção veicular em automóvel no posto Barra Funda, na zona oeste de SP, da empresa Controlar
Técnico faz inspeção veicular em automóvel no posto Barra Funda, na zona oeste de SP, da empresa Controlar

Do total de 4,704 milhões de veículos esperados, 3,063 milhões compareceram. Foram aprovados 2,947 milhões, ou 96,2% dos que passaram pela inspeção.

A prefeitura não considera toda a frota cadastrada no Detran (Departamento Estadual de Trânsito), que beira os 7 milhões de veículos.

A administração considera "frota alvo" para a inspeção um número cerca de 30% menor que o da frota registrada --seria a que efetivamente circula pela cidade.

Os demais, aponta a prefeitura, seriam veículos roubados ou abandonados que já não circulam mais, mas continuam registrados no órgão de trânsito.

LICENCIAMENTO

O licenciamento de 2011 está bloqueado para quem não fez ou não foi aprovado na inspeção veicular de 2010. Para desbloquear é preciso pagar taxa extra, além do valor cobrado pela inspeção. E, claro, ser aprovado no teste.

Além disso, quem não estiver com a inspeção em dia está sujeito a multa de R$ 550, caso seja parado numa blitz.

No ano passado, 116.412 veículos não conseguiram ser aprovados na inspeção, o equivalente a 3,8% do total.

O maior índice de reprovações é entre os caminhões: 14,8%. Automóveis de passeio têm o maior percentual de aprovações, com 96,4%.

Foram aprovados de cara, já na primeira inspeção, 76,5% dos veículos, segundo a Secretaria do Verde e Meio Ambiente, que divulgou ontem o balanço de 2010.

Entre os caminhões, a maior parte --53,9%-- foi reprovada na primeira inspeção e teve de voltar ao menos uma vez para refazer o teste.

Editoria de Arte/Folhapress

Quando reprovado, o veículo tem 30 dias para passar por outra inspeção sem pagar nova taxa. Caso seja reprovado novamente ou não volte no prazo, é preciso pagar de novo a tarifa.

A taxa da inspeção em 2011 é de R$ 61,98. A taxa de desbloqueio --para quem não está com a inspeção de 2010 em dia-- é de R$ 46,40.

A inspeção começou neste mês para veículos com final de placa 1. Os que têm placa final 2 já podem agendar a inspeção para a partir do dia 1º de março. Mais informações podem ser obtidas no site www.controlar.com.br.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página