Após voltar do espaço, Iuri Gagárin viveu dias de pop star no Brasil

Cosmonauta foi aclamado por multidões, seguido por fotógrafos e políticos durante visita ao Brasil

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O cosmonauta Iuri Gagárin durante palestra conferida no Ginásio do Ibirapuera para um público de mais de 2 mil pessoas Acervo UH/Folhapress

São Paulo

A visita de Iuri Gagárin ao Brasil foi digna de uma estrela pop. Multidões nas ruas, paparazzi, badalação de celebridades, e um sem fim de políticos surfando no prestígio do cosmonauta soviético.

A passagem do astro russo em terras tupiniquins foi tão radiante, que até um bebê, de uma família mineira, foi batizado como Yuri Gagarin da Silva e levado ao Rio para o aviador conhecer.

Durante os seis dias em que esteve no Brasil, o soviético foi incansavelmente fotografado. “Eles [os fotógrafos], sem saber, preparam minha resistência para novos vôos", disse em tom humorado, em conversa com jornalistas em São Paulo.

O tour de Gagárin correu apenas três meses após o cosmonauta voar ao redor da Terra com sua Vostok 1, em abril de 1961. No Brasil, o russo finalizou um giro feito pelas Américas, que contou ainda com passagens por Estados Unidos e Cuba.

Apesar do enorme apelo popular, a visita de Gagárin foi marcada por uma violenta repressão policial. Populares e jornalistas foram hostilizados por forças de segurança, no desembarque do soviético em Brasília, no dia 29 de julho.

Cena que se repetiu horas depois, em sua chegada ao Rio, com direito a jatos de água disparados por um caminhão pipa sobre o grande público, que esperava ansioso por um mínimo contato com o russo, na saída do Aeroporto do Galeão.

Em sua estadia pelo Rio de Janeiro, Gagárin visitou a UNE, Associação Brasileira de Imprensa e Sindicato dos Metalúrgicos, mas ficou hospedado na mansão do deputado Drault Ernanny, na Gávea Pequena.

Lá, dormiu na mesma suíte que já havia albergado a Madame Chiang Kai-shek. Esteve em contato com a alta sociedade carioca, mas também se encontrou com personalidades, como o pintor Di Cavalcanti, o escritor Jorge Amado e a pioneira da aviação brasileira, Anésia Pinheiro Machado.

Foi recebido por Carlos Lacerda (UDN-RJ) no Palácio Guanabara para uma conversa que durou apenas quinze minutos. Ainda se encontrou com diversos políticos na capital carioca, como o controverso Tenório Cavalcanti (UDN-RJ).

Iuri Gagárin seguiu para São Paulo no dia 1º de agosto. Uma enorme multidão tomou as ruas de Congonhas para receber o cosmonauta. Em sua agenda na Paulicéia, o russo almoçou na boate do Othon Palace Hotel, a convite do Sindicato dos Jornalistas.

Um fato inusitado marcou o almoço. Policiais do Dops (Departamento de Ordem Política e Social), que entraram no evento sem convites, agrediram alguns dos jornalistas, entidade que então promovia o encontro.

Após o almoço, Gagárin foi até o Palácio dos Campos Elíseos para um encontro com o governador Carvalho Pinto (PDC-SP). Bebeu cafezinho, distribuiu autógrafos e falou até sobre Santos Dumont.

Cansado pela maratona, o russo cancelou a ida programada à Refinaria de Presidente Bernardes, na Baixada Santista, e foi descansar em seu quarto no Hotel Jaraguá.

À noite foi assistido por mais de 2 mil pessoas no ginásio do Ibirapuera, quando contou ao público paulistano sobre todos os passos de sua aventura a bordo da Vostok 1. Também foi homenageado pelo prefeito Prestes Maia (UDN-SP).

Reportagem da Folha à época, relatou que o público ficou insatisfeito com a péssima qualidade do sistema de som, e ainda mais com a tradução, que foi feita para o espanhol, em vez do português.

No dia 2 de agosto, Iuri Gagárin retornou a Brasília, onde foi condecorado pelo presidente Jânio Quadros (PTN-SP) com a Ordem do Mérito Aeronáutico.

A visita de Gagárin foi parte do esforço do governo Jânio Quadros em restabelecer as relações diplomáticas com a antiga União Soviética. Os laços com os russos foram reatados em dezembro de 1961, mas o presidente Jânio renunciou ao seu cargo semanas depois da visita de Gagárin, em 25 de agosto.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.