Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel

De saída do cargo, Mandetta alfinetou Onyx por demora em pagar auxílio emergencial

A Caixa informou que começaria a pagar os primeiros 3,5 milhões na noite desta quinta (16)

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tempo Levou 11 dias até Bolsonaro usar a tinta de sua caneta e demitir Luiz Henrique Mandetta (Saúde), como prometera em 5 de abril. Já o Ministério da Cidadania não conseguiu, no mesmo período, concluir o pagamento dos informais inscritos no auxílio emergencial.

Agilidade A Caixa informou que começaria a pagar os primeiros 3,5 milhões na noite desta quinta (16). O presidente critica o isolamento sob o argumento de que os mais pobres são os mais atingidos.

Agulha Em uma de suas últimas entrevistas no cargo, Mandetta não poupou Onyx Lorenzoni pela demora, e deu uma alfinetada. "O ministro Onyx, com toda essa proteção social, com os recursos chegando na mão das pessoas [...] isso ajuda muito não só as famílias, mas a economia".

Agulha 2 Mandetta sugeriu ainda que o colega aproveitasse a rede assistencial que já existe e que, misteriosamente, o governo decidiu não usar. Referia-se aos Crass [Centro de Referência de Assistência Social], um braço da seguridade social federal nos municípios. "Tem muita coisa acontecendo na ponta e muita experiência exitosa no Brasil afora", disse.

Com Mariana Carneiro e Guilherme Seto

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.