Descrição de chapéu Obituário Maria Aparecida Silva do Amaral (1925 - 2019)

Mortes: Cozinheira talentosa, inspirou cardápio de embaixadas

Maria Aparecida Silva do Amaral morreu aos 94 anos em São Paulo

Júlia Zaremba
São Paulo

Cuscuz paulista, torta de palmito, pernil, bolo de nozes. Essas eram algumas das especialidades de dona Cida, todas registradas em um livro feito a mão com 230 receitas que serviu de inspiração para cardápios oferecidos a convidados das embaixadas do Brasil em Paris e em Washington

A culinária (de preferência, saudável) era uma das maiores paixões da professora de inglês nascida em Araras, no interior de São Paulo. E fez questão de transmiti-la aos filhos, um deles o ex-embaixador Sergio Amaral, e aos sete netos.

Também tinha vocação para a música. Tocava piano e ensinou a filha caçula, Maria Lúcia, a tocar o instrumento. Sem moleza: eram seis horas de treino por dia. A menina viria a se tornar uma das maiores cravistas brasileiras —morreu em 2007, aos 58 anos. 

Cida sempre foi ligada à família. Enquanto o marido, desembargador com quem se casou aos 17 anos, se debruçava sobre livros e sentenças, ela gerenciava a casa e cuidava dos filhos. 

Pelos netos, já praticou tai chi chuan e até criou um perfil em uma rede social, aos 87 anos, para manter contato com os que moram fora. Fez questão, aliás, de acompanhar o nascimento de todos, mesmo que nascidos fora de São Paulo, ajudando as mães nas tarefas domésticas após o parto. 

Familiares a descrevem como uma mulher austera, mas muito generosa. Os gestos foram desde dar conselhos a um vizinho solitário que queria arrumar uma namorada (e arrumou) até doar dinheiro para uma ONG que faz trabalhos em favelas de São Paulo. 

Manteve-se ativa até o fim. Viajou o mundo após a morte do marido. Fez aulas de inglês até os 90 anos, para não enferrujar. Morreu na última sexta (26), aos 94 anos. A missa será realizada na quinta (1°), às 9h, na Paróquia São José do Jardim Europa. Além do filho e dos netos, deixa três bisnetos.


coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missas

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.