Quem subiu e quem desceu com Vagner Mancini no São Paulo

Hernanes puxa a lista de destaques e Nenê e Jucilei seguem em baixa

Atacante Antony (à esq.) corre para comemorar o seu gol contra o São Caetano ao lado do volante Luan
Antony (esq.) e Luan comemoram o gol do São Paulo no empate por 1 a 1 com o São Caetano - Rubens Chiri/São Paulo FC
Toni Assis
São Paulo

A classificação dramática do São Paulo para as quartas de finais do Campeonato Paulista com o empate em 1 a 1 diante do São Caetano escancarou os problemas que o time vem enfrentando desde o início da temporada.

Eliminação precoce na Libertadores, a saída de André Jardine e o comando interino de Vagner Mancini não surtiram o efeito desejado. Para piorar, ainda veio à tona a crise de relacionamento com o goleiro reseva Jean.

O resultado prático disso é que o São Paulo não conseguiu decolar. Enquanto o técnico Cuca trabalha nos bastidores tratando da reformulação do elenco, já se pode fazer um saldo de quem conseguiu se encontrar em meio a esse fogo cruzado.

Da turma que está com o saldo positivo, Hernanes é quem puxa a fila. Mesmo sem repetir as melhores atuações do ano passado, ele segue como a referência técnica. É quem chama a responsabilidade, passa confiança para o grupo e tem a confiança da torcida e também da direção. Em síntese, é o dono do time.

Na frente, o jovem Antony ganhou espaço nas últimas partidas pela ousadia e bom futebol. Com boas atuações, acabou premiado com um belo gol no empate contra o São Caetano, que selou a classificação são-paulina.

Pablo é o artilheiro do time no Paulista. Bom finalizador, é muito bom na bola aérea. Segue como intocável. 

Luan soube garantir a vaga pelo poder de marcação e também é participativo na saída de bola. Já Arboleda se consolidou como o melhor zagueiro neste início de ano.

Em desempenho, a conta fica ruim para Vagner Mancini. Em seis jogos, não conseguiu acertar o time, só venceu uma vez e perdeu os clássicos para Corinthians e Palmeiras.

A turma que está devendo é encabeçada por Nenê, Jucilei e Reinaldo. Bruno Peres, com falhas seguidas, perdeu até a posição para Igor Vinícius. Gonzalo Carneiro ainda não se achou no esquema.

Em alta

Hernanes é um dos poucos jogadores do elenco que se destacam na temporada
Hernanes é um dos poucos jogadores do elenco que se destacam na temporada - Nelson Almeida/AFP

Arboleda - se consolidou na defesa e se tornou um dos líderes do time com grandes atuações e ainda um gol marcado no Paulista
Antony - vem aproveitando as chances no time de cima. Jogador veloz e de drible fácil, vem sendo o ponto de desequilíbrio na frente
Pablo - é a referência no ataque, principalmente com a saída de Diego Souza. É o artilheiro do time no Paulista com quatro gols
Hernanes - chamou a responsabilidade, marcou gols, e segue como referência técnica da equipe
Luan - tomou conta da posição, tem fôlego para marcação e também sabe sair para o jogo

Segue na mesma

O goleiro Tiago Volpi faz defesa durante o treinamento no CT do São Paulo
O goleiro Tiago Volpi faz defesa durante o treinamento no CT do São Paulo - Rubens Cavallari/Folhapress

Tiago Volpi - está buscando a recuperação após início hesitante e a falha no clássico contra o Corinthians
Everton - prejudicado pelas seguidas lesões musculares. Atleta experiente e que dá velocidade ao time, deve voltar à equipe titular
Hudson - capitão do time na ausência de Hernanes, tenta equilibrar o meio-campo. Ficou fora também por lesão
Anderson Martins - faz o simples para tentar arrumar a casa, mas está longe de ser uma referência de destaque para o setor
Igor Vinícius - aproveitou a brecha para mostrar personalidade e ajustar o setor defensivo. Também tem qualidade no apoio

Em baixa

O volante Jucilei corre durante treinamento no CT do São Paulo
O volante Jucilei corre durante treinamento no CT do São Paulo - Ronny Santos/Folhapress

Nenê - perdeu espaço no clube desde o início do ano e seu nome vem sendo ventilado para ser usado como moeda de troca para reformular o elenco
Jucilei - lento e sem o mesmo poder de marcação de antes, foi parar na reserva, e deve ser negociado em breve
Reinaldo - é outra peça que pouco tem contribuído por causa das lesões. Apesar de experiente, não tem repetido as boas atuações do ano passado
Bruno Peres - vem sofrendo críticas por suas seguidas falhas defensivas na lateral-direita e perdeu a posição para Igor Vinícius
Gonzalo Carneiro - esbanja força física e disposição, mas está longe de ser um artilheiro. O uruguaio finaliza pouco e tem dificuldade para fazer tabelas
Vagner Mancini - o coordenador técnico tem aproveitamento de 33% e apenas uma vitória em seis jogos. Não deu padrão tático para o time

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.