Descrição de chapéu Liga dos Campeões 2019

Com 1/4 do orçamento da Juventus, Ajax elimina italianos da Champions

Holandeses venceram os italianos em Turim por 2 a 1 e estão na semifinal

São Paulo

Quando o Ajax perdeu a final da Liga Europa de 2016/2017, o veredito parecia unânime: com média de apenas 22 anos, o time era muito jovem. Mas os meninos cresceram. Nesta terça-feira (16), venceram a Juventus de Cristiano Ronaldo por 2 a 1, em Turim, e garantiram um lugar na semifinal da Champions League.

No jogo de ida, em Amsterdã, as equipes haviam empatado em 1 a 1.

Jogadores do Ajax comemoram o segundo gol da equipe, que deu a vaga na semifinal da Champions
Jogadores do Ajax comemoram o segundo gol da equipe, que deu a vaga na semifinal da Champions - Alberto Lingria/Reuters

Oito atletas que estiveram na derrota para o Manchester United há dois anos estavam em campo nesta terça, na Itália: Onana, Veltman, De Ligt, Schöne, Ziyech, Van de Beek, Frenkie De Jong e David Neres.

E foi com atuação decisiva de dois deles que o Ajax conseguiu a classificação.

Após Cristiano Ronaldo abrir o placar para o time da casa, De Beek empatou. O resultado levava a decisão da vaga para a prorrogação, mas aí o holandês De Ligt apareceu. O jovem zagueiro de 19 anos acabou fazendo a diferença em uma partida que começou com a expectativa de show do veterano Cristiano Ronaldo, 34. Além de conseguir parar o português, De Ligt fez o gol da classificação do Ajax, aos 22 min do segundo tempo.

Com um faturamento de 92 milhões de euros na última temporada (cerca de R$ 405 milhões), o Ajax não está nem entre os 30 clubes de maior arrecadação na Europa segundo o Football Money League, levantamento anual da Deloitte.

A Juventus, eliminada pelo clube de Amsterdã, ocupa a 11ª colocação da lista, com 395 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,7 bilhão) de faturamento no exercício 2017/2018, quatro vezes mais que o Ajax.

Na fase anterior, a equipe holandesa, tetracampeã da competição europeia, já havia eliminado o Real Madrid, cujo faturamento é líder na Europa e no mundo: 750 milhões de euros (R$ 3,3 bilhões) em 2017/2018, oito vezes maior que o do Ajax. 

Como diria Johan Cruyff, emblema do Ajax e do futebol holandês, "Por que não se pode superar um clube mais rico? Eu nunca vi um saco de dinheiro fazer um gol."

Com menos dinheiro, porém mais futebol, são os meninos que estão na semifinal da Champions League. E, pela primeira vez em quatro edições, Cristiano Ronaldo, tricampeão consecutivo com o Real Madrid, não estará na final do torneio.

O Ajax aguarda o vencedor do confronto entre Manchester City x Tottenham, que se enfrentam nesta quarta-feira (17), em Manchester. A equipe de Londres venceu a partida de ida por 1 a 0.

Messi marca dois e garante Barcelona na semi

No outro jogo desta terça, o Barcelona garantiu um lugar na semifinal da Champions League.

Depois de vencer em Manchester na semana passada por 1 a 0, o clube catalão contou com dois gols de Messi e um de Philippe Coutinho para vencer o Manchester United por 3 a 0 e confirmar a classificação.

Messi celebra um de seus gols na vitória por 3 a 0 sobre o Manchester United
Messi celebra um de seus gols na vitória por 3 a 0 sobre o Manchester United - Josep Lago/AFP

Com os dois marcados no Camp Nou, Messi chegou a 24 gols em 32 jogos contra adversários ingleses no torneio. Nenhum jogador marcou mais contra times da Inglaterra quanto o argentino.

Na próxima fase, inclusive, o Barcelona poderá enfrentar mais uma equipe da Premier League.

Após vencer por 2 a 0 em casa no jogo de ida, o Liverpool vai a Portugal encarar o Porto, tentando garantir uma das vagas na semi.

Além do retrospecto contra os ingleses, o argentino aumentou também a sua vantagem na artilharia da atual edição da Champions. Com 10 gols, lidera a lista que tem, na sequência, Robert Lewandowski, com 8 e já eliminado com o Bayern de Munique.

Cristiano Ronaldo, também eliminado, tem 6 gols e é o terceiro melhor goleador da competição, empatado com Dusan Tadic, do Ajax, e Moussa Marega, do Porto.

Erramos: o texto foi alterado

Diferentemente do publicado, o Ajax teve uma receita equivalente a um quarto da receita da Juventus, e não quatro vezes menor. O texto foi corrigido.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.