Descrição de chapéu Cinema

'Lamento que o Brasil esteja num momento tão ruim', diz Almodóvar

Um dos favoritos a Palma de Ouro em Cannes, cineasta declarou vínculo com a cultura brasileira

Guilherme Genestreti
Cannes (França)

Já um dos favoritos a levar a Palma de Ouro no Festival de Cannes, o diretor Pedro Almodóvar comentou as inspirações por trás de “Dor e Glória”, seu novo filme, e citou o Brasil em conversa com jornalistas.

“Me considero um cineasta franco-espanhol, mas sou particularmente vinculado à cultura brasileira. Ouço músicas brasileiras na hora de criar”, disse. “Me sinto tão identificado que mesmo antes de ter estado ali, ele já me influenciava por sua estética.”

O diretor Pedro Almodóvar posa para fotógrafos durante o 72º Festival de Cannes
O diretor Pedro Almodóvar posa para fotógrafos durante o 72º Festival de Cannes - Eric Gaillard - 18.mai.2019/Reuters

E ainda falou do atual momento político do país. “Lamento que esteja hoje passando por um momento tão ruim”. E foi aplaudido.

O longa “Dor e Glória” traz Antonio Banderas no papel de um cineasta angustiado que se confronta com episódios ainda mal digeridos do seu passado, como um amor interrompido e o despertar do desejo quando era criança num vilarejo espanhol. É uma obra com muitas tintas autobiográficas.

Cena do filme 'Dor e Glória' de Pedro Almodovar
Cena do filme 'Dor e Glória' de Pedro Almodóvar - Reprodução

“Mas não pode ser encarada de forma literal”, disse Almodóvar. “Minha principal dependência hoje é saber se farei um novo filme, que é a mesma dependência do personagem. Meu vício é fazer cinema.”

Ele ainda mencionou a estreia do longa em Cannes e o momento em que foi ovacionado após a exibição por quase dez minutos. “Jamais poderei me esquecer daquela noite de ontem. Foi inenarrável.”

O jornalista se hospeda a convite do festival

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.