Descrição de chapéu Flip Livros

Perdido na Flip? Veja o mapa e a programação oficial, que começa nesta quarta

Evento ocorre de 10 a 14 de julho, com homenagem a Euclides da Cunha e forte programação paralela

Orla de Paraty durante a Flip de 2018

Orla de Paraty durante a Flip de 2018 Marcus Leoni/Folhapress

São Paulo

Inspirada por Euclides da Cunha, o escritor homenageado, e na história do Arraial de Canudos, a Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) ocorre neste ano de 10 a 14 de julho. 

Com temperatura política, alguns temas atravessam todos os debates agendados: a crise climática, a ciência, a questão indígena. E, seguindo a linha dos últimos anos, a organização aposta em nomes internacionais menos conhecidos no Brasil. 

Há algumas novidades, como o aumento da programação paralela. Ao todo, serão 27 casas parceiras fechadas até agora, contra 22 do ano passado.

A TAG, principal clube de assinaturas do país, pela primeira vez tem uma casa própria no evento literário —o local será sede um debate com José Luís Peixoto, que lança um romance sobre Saramago, e a jornalista Pilar del Río, viúva do autor.

Depois de dois anos fora do evento, a casa do Instituto Moreira Salles retorna à Flip. Lá ocorre o lançamento da próxima edição da revista Serrote, que trará um ensaio de Toni Morrison chamado “Racismo e Fascismo”. Também será publicado o ensaio visual “Objetos Literários, Modos de Usar”, do poeta Fabrício Corsaletti, inspirado por clássicos da literatura.

Em paralelo à programação oficial, a Casa Folha, espaço de debates do jornal, volta a abrir as portas no evento. Os frequentadores da festa já conhecem o endereço —rua do Comércio, 8, no centro 

O espaço recebe jornalistas, escritores, artistas e economistas, entre outros, para discutir grandes questões da sociedade contemporânea. A entrada é gratuita. 

Além dos debates, a Casa Folha terá duas outras atrações. No dia 12/7, às 21h, haverá uma festa com o DJ Pedro Elias. Em 13/7, no mesmo horário, haverá um sarau com os músicos do coletivo Emma.

O espaço também tem uma cafeteria patrocinada pela Melitta, que oferece gratuitamente cafés de vários tipos de grãos. Outro destaque é a livraria, com títulos da Três Estrelas, da Publifolha e das Coleções Folha.

Confira abaixo a programação da Flip e da Casa Folha.

FLIP

Quarta-feira, 10 de julho

19h - 20h | Mesa 1 I Sessão de Abertura - Canudos
Walnice Nogueira Galvão


Quinta-feira, 11 de julho

10h30 - 11h15 | Mesa 2 | Bendegó
Aparecida Vilaça

12h - 13h15 | Mesa 3 | Uauá
Adriana Calcanhotto
Guilherme Wisnik
Nuno Grande

15h30 - 16h15 | Mesa 4 | Sincorá
José Miguel Wisnik

17h - 18h15 | Mesa 5 | Bom Conselho
Kristen Roupenian
Sheila Heti

19h - 19h45 | Mesa 6 | Serra Grande
Maureen Bisilliat

20h30 - 21h45 | Mesa 7 | Quirinquinquá
Gaël Faye
Kalaf Epalanga


Sexta-feira, 12 de julho

10h - 11h15 | Mesa 8 - Mesa Zé Kleber | Cumbe
Marcela Cananéa
Marcelo D’Salete

12h - 13h15 | Mesa 9 | Angico
Ayelet Gundar-Goshen
Ayobami Adebayo

15h30 - 16h15 | Mesa 10 | Tróia de Taipa
José Murilo de Carvalho

17h - 18h15 | Mesa 11 | Jeremoabo
Karina Sainz Borgo
Miguel Del Castillo

19h - 19h45 | Mesa 12 | Mata da Corda
Grada Kilomba

20h30 - 21h45 | Mesa 13 | Vaza-Barris [O Irapiranga dos Tapuias]
Ailton Krenak
José Celso Martinez Corrêa


​Sábado, 13 de julho

10h30 - 11h15 | Mesa 14| Cansanção
Marilene Felinto

12h - 13h15 | Mesa 15 | Monte Santo
Ismail Xavier
Miguel Gomes

15h30 - 16h15 | Mesa 16 | Poço de Cima
Grace Passô

17h - 18h15 | Mesa 17 | Vila Nova da Rainha
Carmen Maria Machado
Jarid Arraes

19h - 19h45 | Mesa 18 | Massacará
Sidarta Ribeiro

20h30 - 21h45 | Mesa 19 | Cocorobó
Cristina Serra
David Wallace-Wells


Domingo, 14 de julho

10h30 - 11h45 | Mesa 20 | Santo Antônio da Glória
Braulio Tavares
Mariana Enriquez

12h30 - 13h15 | Mesa 21 | Livro de Cabeceira
participação especial: Amyr Klink


CASA FOLHA

Quinta-feira, 11 de julho

9h30 Quebrando o Coro dos Contentes 
Luiz Felipe Pondé

15h A Igreja de Francisco e a Biologia de Darwin 
Frédéric Martel e Reinaldo José lopes

18h30 Incorretamente Políticos 
Antonio Prata e Djamila Ribeiro


Sexta-feira, 12 de julho

9h30 Um Dedo de Prosa 
Heloísa Seixas e Ruy Castro

15h A Linguagem de ‘Os Sertões’ 
Mario Cesar Carvalho e Sérgio Rodrigues

18h30 Repercussões da Escravidão na Dinâmica Econômica Brasileira 
Cida Bento e Samuel Pessôa


Sábado, 13 de julho

9h30 Jornalismo Literário - Uma Homenagem a Otavio Frias Filho 
José Miguel Wisnik, Luís Francisco Carvalho Filho e Tati Bernardi

15h Ser Feliz ou Ter Razão? 
Bruna Lombardi e Mirian Goldenberg

19h Androginia, Rock e Censura 
Miguel de Almeida e Ney Matogrosso

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.