Descrição de chapéu Escuta Aqui

Folha inaugura a seção Escuta Aqui, com críticas de podcasts

Espaço terá textos sobre produções brasileiras e internacionais feitas em áudio

São Paulo

A partir deste domingo (10), a Folha passa a publicar críticas de podcasts brasileiros e internacionais. Com um formato que lembra o rádio, esse tipo de produção vem caindo nas graças do ouvinte e cresce de forma acelerada no mundo.

A plataforma de streaming Spotify, por exemplo, informa que a sua audiência de podcasts e de conteúdo não musical aumenta mais de 50% a cada três meses. 

Seja para conseguir um conselho romântico, entender crises políticas, descobrir bastidores de uma série ou simplesmente se divertir com um programa de humor, os números fazem com que novos projetos surjam todos os dias.

Ilustração Podcasts Corrida
Catarina Pignato

É difícil calcular quantos podcasts existem hoje no Brasil. A Abpod, que é a Associação Brasileira de Podcasters, estima que sejam mais de 3.000. Uma pesquisa feita pela entidade no ano passado sustenta que a maioria dos ouvintes é homem (84,1%), tem entre 23 e 29 anos (35,3%), é solteiro (56,2%) e faz parte das classes A e B (69,1%).

Já nos Estados Unidos, mais de 50% da população com mais de 12 anos já escutou, pelo menos uma vez, um podcast. Os dados foram divulgados em abril deste ano pela consultoria Edson Research.

Uma explicação para isso é a possibilidade de escutar o conteúdo em qualquer celular com internet —a Abpod aponta que 92,1% das pessoas ouvem podcasts no smartphone.

As críticas serão publicadas na seção Escuta Aqui, na Ilustrada, e serão assinadas por jornalistas e convidados.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.