Governo Bolsonaro nomeia novos presidentes para Funarte e Biblioteca Nacional

Seguidor de Olavo de Carvalho, Rafael Nogueira deve assumir o lugar de Helena Severo; maestro vai para Funarte

S√£o Paulo

O governo Bolsonaro nomeou nesta segunda (2) novos presidentes para a Funarte (Funda√ß√£o Nacional de Artes) e a Biblioteca Nacional, seguindo uma reforma volumosa no quadro da Secretaria Especial da Cultura e √≥rg√£os subordinados √† subpasta do Minist√©rio do Turismo, hoje sob comando do dramaturgo e diretor Roberto Alvim.

As decis√Ķes foram publicadas no Di√°rio Oficial da Uni√£o.

Nomeado para estar √† frente da Biblioteca Nacional, Rafael Alves da Silva, conhecido como Rafael Nogueira, √© um nome pr√≥ximo ao movimento conservador brasileiro e simp√°tico ao grupo monarquista. 

homeme falando
Rafael Nogueira durante Conferência conservadora Cpac - Bruno Santos/Folhapress

Em sua conta no Twitter, na qual tem mais de 40 mil seguidores, o seguidor de Olavo de Carvalho se autoproclama "aspirante a fil√≥sofo e a pol√≠mata", declara apoio a Jair Bolsonaro e compartilha cr√≠ticas ao MBL (Movimento Brasil Livre).

Em entrevista √† Folha em outubro deste ano, Nogueira disse que n√£o h√° partido conservador no pa√≠s ‚ÄĒincluindo o PSL, cujo surgimento ele descreveu como um "arranjo de momento" e um "improviso √† direita desamparada".

Na √©poca em que Glenn Greenwald foi agredido ao vivo pelo jornalista Augusto Nunes, Nogueira defendeu Nunes nas redes sociais e compartilhou hashtags como #AugustoNunesHeroi. 

Ele assume o lugar de Helena Severo, que colocou o cargo à disposição na sexta (29) por uma carta ao secretário Roberto Alvim. "Essa é uma instituição bicentenária com mais de 400 servidores. Qualquer governo tem o direito de trocar cargos de confiança a qualquer momento. Mas não concordo com a forma como isso tem se dado", disse ela à Folha.

Maestro e doutor em estudos da linguagem pela Universidade Estadual de Londrina, Dante Henrique Mantovani foi nomeado presidente da Funarte. Em seu site oficial, ele afirma ter participado de grupos como o Coro Sacro da Paróquia Nossa Senhora da Paz, além de corais religiosos da Igreja Católica.

O maestro Dante Mantovani
O maestro Dante Mantovani - Reprodução

Al√©m disso, Mantovani apresentou o programa "A Grande M√ļsica", na r√°dio M√£o de Deus, de Caxias do Sul (RS), e d√° palestras em institui√ß√Ķes como a Academia Militar das Agulhas Negras. No Facebook, o maestro postou um v√≠deo em que rege um coral, junto com o texto: "canto gregoriano em latim para crian√ßas, √© nisso que acredito". Ele substitui Miguel Proen√ßa, exonerado em novembro.

J√° na quarta (27), outros seis nomes foram nomeados para cargos na secretaria. Chegam ao governo secret√°rios respons√°veis pela promo√ß√£o de diversidade cultural, de fomento e incentivo √† cultura (√† frente da Lei Rouanet), de economia criativa e da Funda√ß√£o Palmares, al√©m de um secret√°rio adjunto especial. 

OS REC√ČM-NOMEADOS

Katiane Gouvêa
Membro da C√ļpula Conservadora das Am√©ricas, assumiu a Secretaria do Audiovisual. Seu nome √© associado a documento que fez Bolsonaro cogitar extinguir a Ancine. Em reuni√£o, defendeu a ‚Äėvaloriza√ß√£o do belo e da arte cl√°ssica‚Äô

Reynaldo Campanatti Pereira
O novo secret√°rio da Economia Criativa √© doutor em hist√≥ria econ√īmica pela USP e professor de ensino superior. Paulista, foi candidato a deputado federal pelo Patriota, mas n√£o foi eleito

José Paulo Soares Martins
Ap√≥s liderar a secretaria de Fomento e Incentivo √† Cultura, assume como secret√°rio especial adjunto da Cultura. Entrou para o governo na gest√£o Temer. √Č ex-diretor do Instituto Gerdau e da Funda√ß√£o Iber√™ Camargo

Sérgio Nascimento de Camargo
‚ÄėNegro de direita, contr√°rio ao vitimismo e ao politicamente correto‚Äô, como ele se define em seu perfil nas redes sociais, √© o novo presidente da Funda√ß√£o Palmares, respons√°vel por promover a cultura de matriz africana. Ele √© filho de escritor e militante do movimento negro.

Camilo Calandreli
À frente da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura, se define como cristão, conservador e
seguidor de Olavo de Carvalho. √Č formado em m√ļsica pela USP e j√° disse que a Lei Rouanet era usada pelo ‚Äėmarxismo cultural‚Äô

OS QUE J√Ā FORAM EMPOSSADOS

Roberto Alvim
Nomeado como secret√°rio da Cultura, subpasta que substituiu o minist√©rio extinto, o diretor teatral chegou a chamar a atriz Fernanda Montenegro de ‚Äės√≥rdida‚Äô e convocou, nas redes sociais, ‚Äėprofissionais conservadores‚Äô para ‚Äėcriar uma m√°quina de guerra cultural‚Äô

Edil√°sio Barra
Conhecido como Tutuca, o apresentador, pastor e colunista social chegou a ser cogitado para assumir a Secretaria do Audiovisual, mas assumiu a Superintend√™ncia de Desenvolvimento Econ√īmico da Ancine, com a tarefa de gerir os recursos do Fundo Setorial do Audiovisual

Letícia Dornelles
A roteirista e atriz assumiu a presidência da Fundação Casa de Rui Barbosa, responsável por manter acervo de intelectuais e escritores de destaque no país, e foi criticada por não ter perfil acadêmico nem ter sido indicada pelos funcionários do órgão.

Erramos: o texto foi alterado

Dante Mantovani √© doutor em estudos da linguagem pela Universidade Estadual de Londrina, e n√£o em m√ļsica. O texto foi corrigido.

 

Tópicos relacionados

Coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.