Ney Matogrosso faz show com som baixo e vaias no aniversário de São Paulo

Cantor se apresentou para público numeroso na esquina das avenidas Ipiranga e São João

São Paulo

Ney Matogrosso fez um show inaudível no aniversário de São Paulo. O cantor se apresentou em um palco pequeno e alto montado na esquina das avenidas Ipiranga e São João.

Apesar do esforço de Ney Matogrosso, era praticamente impossível, do outro lado da rua, ouvir o que ele estava cantando. O som estava muito baixo, o que gerou diversas manifestações do público ao longo do show.

homem em cima do palco com microfone em mãos
O cantor Ney Matogrosso durante show no aniversário de São Paulo - Frâncio de Holanda/Secretaria Municipal de Cultura

Primeiro, a plateia vaiou. Depois, pediu insistentemente para a produção aumentar o som. Além da falta de potência, as caixas de som ainda produziram algumas microfonias.

O formato minimalista, apenas com voz e piano, tornou ainda mais difícil entender o que acontecia no palco. A voz de Ney competiu tanto com uma ambulância, que atravessou o público no meio do show, quanto com os vendedores ambulantes, espalhados ao longo da rua.

O público compareceu em peso, gerando uma movimentação intensa em uma das esquinas mais famosas da cidade. Muita gente foi embora antes do fim da apresentação, que durou uma hora e começou pouco depois das 20h.

Nos momentos mais marcantes, como as performances de "Simples Desejo", "Poema" e "Fala" —clássico do Secos e Molhados, antigo grupo de Ney—, era mais fácil ouvir o público tentando cantar junto do que o próprio cantor.

Na aglomeração em torno do palco, algumas brigas chegaram a pipocar, mas sem incidentes graves. No fim da apresentação, havia menos gente nas ruas do que no começo.

O show de Ney Matogrosso fez parte das comemorações do aniversário de São Paulo. Minutos antes dele, o Skank havia tocado, também para um público expressivo, em frente à Galeria do Rock.

Erramos: o texto foi alterado

Show do Ney Matogrosso foi de voz e piano, e não voz e violão, como constava em versão anterior do texto. Informação já foi corrigida

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.