Bolsa sobe 0,4% com FGTS; dólar se mantém em R$ 3,77

Ibovespa recupera patamar de 104 mil pontos com bancos e varejo

São Paulo

A Bolsa brasileira fechou em leve alta de 0,4% nesta quarta-feira (24), após anúncio do governo do programa "$aque Certo", que libera saques do FGTS e do Pis/Pasep. O valor disponibilizado soma R$ 63,2 bilhões e é a aposta do governo para impulsionar o crescimento da economia brasileira.

Os bancos e o varejo, grandes beneficiados com a medida, sustentaram o viés positivo do Ibovespa. Assim como a BR Distribuidora, que subiu 1,2%, a R$ 26,32, com a conclusão de sua privatização.

Painel da B3
Bolsa sobe 0,4% e retoma os 104 mil pontos com anúncio do FGTS - Xinhua/Rahel Patrasso

Entre as maiores altas do mercado, estão as varejistas Via Varejo, que subiu 5,78%, a R$ 7,32, e B2W, com valorização de 2,4%, a R$ 35,86. 

O dólar acompanhou e teve leve depreciação, com queda de 0,1%, a R$ 3,77.

“A liberação do FGTS denota o interesse do governo em estimular a economia brasileira. O problema é a limitação do saque, que não impacta o PIB como esperado. Terá um reflexo, mas não muito importante”, afirma o estrategista-chefe do Grupo Laatus, Jefferson Laatus

No exterior, o viés foi misto, com temporada de balanços corporativos e dados ruins sobre a economia da Europa. S&P 500 subiu 0,47% e Nasdaq, 0,85%.

Dow Jones fechou em queda de 0,3%, pressionada pela Boeing. As ações da companhia, maior expoente do índice, recuaram 3,12% após registrar, no segundo trimestre, a maior perda de sua história.

Na Europa, Londres recuou 0,73%, Paris, 0,22% e Frankfurt, por sua vez, subiu 0,26%.

O Ibovespa subiu 0,4%, a 104.119 pontos. O volume financeiro foi de R$ 16 bilhões, dentro da média do mercado para o ano.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.