No primeiro balanço divulgado após a privatização, lucro da BR sobe 15%

Receita líquida aumentou 1,9% ante o mesmo período do ano passado

São Paulo e Rio de Janeiro | Reuters

A BR Distribuidora registrou lucro líquido de R$ 302 milhões no segundo trimestre, alta de 14,8% na comparação com igual período do ano anterior, informou a companhia nesta quarta-feira (31).

É o primeiro balanço publicado pela BR após a sua privatização, efetivada na semana passada.

Posto de combustível em São Paulo - Rodrigo Capote/Folhapress

A Petrobras, sua antiga controladora, reduziu sua participação na BR para 37,5%, levantando R$ 9,6 bilhões na Bolsa.

A receita líquida aumentou 1,9% ante o mesmo período do ano passado, para pouco mais de R$ 24 bilhões, disse a empresa, citando também aumento de 4,7% nos preços médios ante o primeiro trimestre.

O volume de vendas, de quase 10 bilhões de litros, registrou queda de 0,6% na comparação com o segundo trimestre de 2018.

As vendas dos combustíveis do ciclo Otto (gasolina e etanol) aumentaram 1,9%, e as de diesel para não térmicas, 2,3%.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.