Descrição de chapéu Previdência

Relator finaliza leitura do novo parecer da reforma, mas votação pode ficar para amanhã

Terceira versão do parecer foi apresentada no colegiado, mas sessão deve ser encerrada por falta de acordo

Brasília

Sem acordo entre deputados, a comissão especial da Câmara que analisa a reforma da Previdência deve encerrar a sessão desta quarta-feira (3) sem votar o relatório sobre a proposta, segundo líderes que representam a maioria da Casa.

Até o momento, foi feita apenas a leitura da terceira versão do parecer, elaborada pelo relator Samuel Moreira (PSDB-SP).

Ao longo de todo o dia, negociações foram conduzidas pelo relator e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A sessão foi marcada inicialmente para o início da tarde, mas só começou perto das oito da noite após alterações no relatório e diversas reuniões entre os parlamentares.

Ainda assim, membros da oposição e parte dos deputados do centrão não concordaram em fechar acordo para viabilizar a votação.

Parlamentares da oposição anunciaram obstrução dos trabalhos, usando de artifícios regimentais na tentativa de atrasar a tramitação da matéria. Em um dos requerimentos apresentados, que buscava a retirada de pauta da proposta, os oposicionistas foram derrotados.

Embora os servidores públicos de estados e municípios tenham ficado fora do texto da reforma, alguns parlamentares ainda questionavam trechos pontuais que faziam referência aos governos regionais.

As regras para policiais federais também geraram embate. Por intervenção do presidente Jair Bolsonaro (PSL), um acordo chegou a ser selado para reduzir a idade mínima de aposentadoria desses profissionais. A mudança foi considerada insuficiente e acabou derrubada, mantendo a proposta original do governo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.