Michelle Obama usa palavrão para criticar executiva do Facebook

Ex-primeira-dama disse discordar de técnica para mulheres criada por Sheryl Sandberg

A ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, durante o evento em Nova York no Sábado (1º)
A ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, durante o evento em Nova York no Sábado (1º) - Mary Altaffer/Associated Press
São Paulo

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, usou um palavrão neste sábado (1º) para criticar Sheryl Sandberg, vice-presidente de operações do Facebook. A executiva é conhecida por defender que as mulheres devem se impor no mundo corporativo —uma técnica que ela chamou de "lean in".

"Isso é uma mentira", disse Michelle sobre a ideia defendida por Sandberg. "Nem sempre 'lean in' [se impor] é o suficiente, porque essa merda não funciona sempre", afirmou a primeira-dama a uma plateia de 19 mil pessoas em Nova York.  

"Essa coisa toda de 'você pode ter tudo'. Não pode, não ao mesmo tempo", completou ela, para riso do público. O evento fez parte da turnê de lançamento de seu novo livro, "Becoming". 

Na sequência, a ex-primeira-dama se desculpou pelo palavrão. "Eu esqueci onde eu estava por um momento", afirmou.

Sandberg publicou em 2013 o livro  "Lean In: women, work, and the will to lead" —traduzido em português para "Faça Acontecer: trabalho e a vontade de liderar" (ed. Companhia das Letras, 2013, 288 págs, R$ 44,90) .

Na obra, ela defende que as mulheres devem lutar para conquistarem o comando de grandes empresas e que não devem se satisfazer com posições subalternas. 

A executiva, número 2 do Facebook, está atualmente envolvida em uma polêmica campanha de lobby feita pela empresa desviar a ira do público aos críticos da rede.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.