Embaixador do papa na França é alvo de segunda denúncia de assédio sexual

Bispo Luigi Ventura é acusado de apalpar as nádegas de dois funcionários municipais

Paris | AFP

Uma segunda denúncia por assédio sexual foi apresentada nesta segunda-feira (18) contra o núncio apostólico do Vaticano na França, monsenhor Luigi Ventura. A informação é de uma fonte da prefeitura de Paris.

A Procuradoria da capital francesa abriu uma investigação contra o bispo de 74 anos, depois que um funcionário municipal alegou que Ventura o assediou durante uma cerimônia no Ano Novo. A nova vítima, segundo uma fonte que não quis se identificar, é outro funcionário municipal.

Bispo italiano Luigi Ventura, núncio apostólico na França, participa de uma missa em Lourdes, sul da França
Bispo italiano Luigi Ventura, núncio apostólico na França, participa de uma missa em Lourdes, sul da França - Remy Gabalda - 7.nov.10/AFP

O caso teria ocorrido durante a cerimônia de Ano Novo em 2018. A acusação é de que o bispo teria apalpado as nádegas dos dois funcionários, num intervalo de um ano entre uma agressão e outra.

"Eu estava na primeira fila, a dois metros de Anne Hidalgo [prefeita de Paris], quando uma pessoa se aproximou pela esquerda. Estava ocupado, trabalhando, então não me virei. Ele colocou a mão esquerda no meu ombro e com a mão direita apertou minhas nádegas (...) com um sorriso descontraído, como se fosse algo normal. Congelei, estávamos em plena cerimônia, saí dali", relatou o homem, que não quis ter a identidade revelada, ao jornal francês Le Monde.

"Na época, o fato não foi denunciado", segundo a fonte da prefeitura. "Já não trabalha para nós, mas nos escreveu um e-mail para nos contar o que aconteceu e nos dizer que apresentou uma denúncia contra o bispo."

Após a revelação do caso, que vem à tona num momento em que a Igreja Católica enfrenta em diversos países vários escândalos de abuso sexual, o jornal católico francês La Croix diz que recolheu testemunhos de outras supostas vítimas de Ventura. Todos alegam ter vivido experiências semelhantes.

Ventura é o representante diplomático da Santa Sé na França desde 2009. Antes disso, foi padre no Brasil, Bolívia e do Reino Unido. Mais tarde, serviu como núncio apostólico na Costa do Marfim, no Burkina Faso, no Níger e no Chile.​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.