Descrição de chapéu Eleições EUA 2020

Mônica Bergamo entrevista Glenn Greenwald ao vivo neste sábado

Jornalista americano participa de conversa às 16h30, com transmissão em vídeo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A colunista Mônica Bergamo entrevistou o jornalista Glenn Greenwald, neste sábado (7). A conversa, que tratou das eleições nos EUA, foi transmitida ao vivo no link abaixo.

Glenn, 53, nasceu em Nova York, fez carreira nos EUA e se mudou para o Rio de Janeiro em 2005. Ele é um dos autores das primeiras reportagens sobre a NSA (Agência Nacional de Segurança americana) a partir de documentos vazados por Edward Snowden. Na época, em 2013, ele trabalhava no jornal britânico Guardian, e saiu para fundar o Intercept.

Em 2019, o jornalista foi acusado de envolvimento no hackeamento de mensagens de autoridades como o então ministro da Justiça, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol, à época na força-tarefa da Lava Jato, no caso que ficou conhecido como Vaza Jato. Parte das reportagens baseadas nestas conversas foi publicada em parceria com a Folha.

Na semana passada, o jornalista pediu demissão do Intercept. Ele afirmou que o motivo de sua saída foi a censura imposta pelos editores do portal a um texto com críticas a Joe Biden, candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos.

Em resposta, o Intercept publicou que o texto no qual Glenn anunciou sua saída está "repleto de distorções e imprecisões —todas para fazê-lo parecer uma vítima".

O jornalista Glenn Greenwald - Adriano Machado-11.jul.19/Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.