Descrição de chapéu

'Talvez a solução seja reduzir os impostos cobrados sobre combustíveis', diz leitor

Alta dos preços dos combustíveis levou caminhoneiros a protestarem em ao menos 13 estados

Alta dos combustíveis

Começo a achar que o problema seja a Petrobras. As constantes altas, a meu ver, só se justificariam se importássemos 100% do que consumimos. Outro aspecto a ser avaliado é que o cenário externo para subida dos preços só é observado quando há alta do dólar ou dos preços do petróleo lá fora. A mesma coisa não ocorreu quando o preço do barril despencou. Talvez a solução seja reduzir os impostos estratosféricos cobrados sobre combustíveis (“Bomba adulterada”, de Bruno Boghossian).

Odail Moraes (Cascavel, PR)

 

Apesar de na teoria não haver mais monopólio, ele existe na prática. Nenhum concorrente vai querer entrar no mercado brasileiro sabendo que o governo, qualquer governo, manipulará os preços do combustível. É preciso mudar o modelo, privatizar a Petrobras e estimular a concorrência. Essa é a única solução.

Maercio Fonseca (São Paulo, SP)


Lei da Anistia

Ao se posicionar contra a revisão da anistia, o advogado José Paulo Cavalcanti Filho apresenta como justificativa o transcurso do tempo: lá se foram décadas, os algozes vivos são quase centenários e os brasileiros já se reconciliaram com o que ocorreu na ditadura. Entretanto, o autor se esquece de que conhecer o nosso passado é fundamental na compreensão do que nos foi legado e na orientação das escolhas. Não é apenas uma questão jurídica, há um forte elemento simbólico nesse tema.

Rene Sampar (Curitiba, PR)


Combate a regalias

Parece não haver dúvidas de que a velha política, minada pela corrupção e insensível às necessidades e demandas das pessoas comuns, continuará dominando e sendo dominada pelo poder econômico, com os eleitores permanecendo em segundo plano. Passados mais de 30 nos da redemocratização do país, o regime democrático brasileiro é uma empulhação. A tão esperada renovação dos costumes políticos não ocorreu (“Democracia ou privilegiocracia?”, de Renato Feder e Renato Dias).

Eratostenes Edson R. de Araujo (Brasília, DF)


Crise do clima

É chocante ver um pesquisador aposentado do Inpe negando a influência humana no aquecimento global (“Agronegócio banca palestras de cético sobre mudança climática para ruralistas no Matopiba”).  Estamos importando teorias que não prestam e logo teremos outros defendendo absurdos como “Terra plana” e “convivência de humanos com dinossauros”. 

Carlos Brisola Marcondes (Florianópolis, SC)


Sebastião Salgado na Amazônia

Parabéns e obrigada, Folha! Queria que as belas fotos em preto e branco ganhassem cor só de olhar para elas. E gostaria que o especial fosse lido por todos, entre os quais aqueles que se autodenominam “cidadãos de bem”. Os índios são grandes conhecedores da biodiversidade. 

Isabel Ferronato (Blumenau, SC)


Dines morre aos 86 anos

Alberto Dines foi um grande jornalista e crítico de mídia, influenciando a imprensa a aprender com seus erros para ser melhor para o público. Descanse em paz.

Diogo Molina Gois (Itajubá, MG)

 

Mestre, figura extraordinária, brilhante e ético. Ficam a obra e a referência de Dines.

José Fernando Marques (Brasília, DF)


Eleições

Não podemos e não devemos votar em quem fez parte em algum momento dos governos Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer. Todos são da mesma turma. Temos que encontrar uma cara nova, alguém diferente com ideias progressistas e que diminua o tamanho do Estado (“Ciro diz que revogará ‘golpismos’ de Temer e dialogará com PSDB”).

Jose Skoteski (Curitiba, PR)

 

Infelizmente não temos candidatos à altura das necessidades do Brasil. A eleição de Ciro Gomes seria o caminho para o caos.

Sidney Caputo (São Paulo, SP)

 

Marina Silva é a minha candidata. Torço para que ela decole nas eleições deste ano e ganhe (“O que pensam os eleitores de Marina”). Estou louca para saber como será seu governo de “proposições”. Certamente será algo novo e inusitado nas relações com o Congresso, acostumado com a velha política do “toma lá, dá cá”, que tantos prejuízos trouxe à nação. 

Marly Pigaiani Leite (Ubatuba, SP)

 

Quero parabenizá-los pela reportagem “Políticos articulam chapas em família para eleições em ao menos cinco estados”. Essa “familiocracia” é  mais uma esperteza dos políticos tradicionais. No estado da Paraíba, o que há de políticos da mesma família é algo estarrecedor.

Julio Cesar Gomes de Oliveira (João Pessoa, PB)


Bonificação

Parabenizamos a Folha pela reportagem sobre a política de bonificação por resultados da Secretaria de Estado da Educação (“Gestão Alckmin manteve bônus para professor apesar de admitir ineficácia”). Ela traz ao debate a importância da avaliação das políticas públicas e o papel fundamental desempenhado, nesse contexto, por carreiras técnicas de estado como a nossa. Colegas especialistas em políticas públicas elaboram, desde 2011, os cuidadosos pareceres citados na reportagem, comprometidos que somos com a eficiência e a transparência na gestão pública.

Maria Elisa A. Brandt, diretora de assuntos jurídicos da Associação dos Especialistas em Políticas Públicas do Estado de São Paulo

 

Professor não pode se contentar com bônus, tem que receber um bom salário para se aprimorar.

Vera Bonadio (Marília, SP)


Professora negra 

Como é bom, em meio a tantas notícias ruins, ver o sorriso da geóloga Adriana Alves estampado no rosto. Ela é um grande exemplo para nós. E, além de tudo, escolheu uma linda profissão (“‘Trago a minha história para a ciência que faço’, diz professora”). 

Paulo Abreu (Brasília, DF)


Uso de agrotóxicos

Envio meus cumprimentos a Janio de Freitas pelo texto “Sabor de veneno”, em que aborda os riscos potenciais dos agrotóxicos à saúde ambiental e humana. O Consórcio Internacional do Câncer da Criança, vinculado à OMS, estuda há quase uma década a relação entre potenciais carcinógenos, entre os quais os pesticidas, e a ocorrência do câncer em crianças. As palavras “defensivos”, “fitoprotetores”, “fitossanitários” ou “protector” induzem a exposições inadequadas da população a esses venenos.

Silvia Regina Brandalise, médica (Campinas, SP)


PARTICIPAÇÃO

Os leitores podem colaborar com o conteúdo da Folha enviando notícias, fotos e vídeos (de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, basta acessar Envie sua Notícia ou enviar mensagem para leitor@grupofolha.com.br.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.