Leitores comentam investigação sobre José Serra

'Perdão' do PT é alvo de comentários

Campanha de Serra
Levaram seis anos para fazer denúncia contra José Serra. Seu enriquecimento ilícito já foi muitas vezes denunciado. O que será que mudou na Lava Jato? Rompeu com os tucanos? Quer mostrar serviço tardiamente? Muito estranho.
Fátima Marinho (São Paulo, SP)

Absurdo esse tipo de suspensão ("A pedido de Alcolumbre, Toffoli suspende operação em gabinete de Serra no Senado", Poder, 21/7). Serra tem que ser investigado. Se fosse do PT já teriam levado tudo.
João Pedro Sousa (São Paulo, SP)

Bolsonarismo é uma mutação do vírus tucano. São as forças antipetistas dos ditos cidadãos de bem, mas na verdade são cidadãos de bens roubados dos cofres públicos.
Wilson Kfouri (São Paulo, SP)

Mais um dia normal no Brasil.
Cinara Almeida (Lençóis Paulista, SP)

Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão na unidade da Qualicorp em São Paulo - Anderson Lira/FramePhoto/Folhapress


O que chama a atenção é que os empresários têm penas menores que os políticos nos mesmos crimes. Basta ver a Lava Jato. Se alguém era condenado por corrupção passiva (político), outro alguém era condenado por corrupção ativa (empresário), mas a pena deste sempre era bem menor ("Júnior, fundador da Qualicorp, é preso em operação que investiga campanha de Serra", Mônica Bergamo, 21/7).
Marcelo Seminaldo (Guarulhos, SP)

A Lava Jato agora atira para todo lado em busca da credibilidade perdida. E atinge até os que antes não queriam "melindrar o apoio". No fim, gostemos dele ou não, só o campo progressista poderá pôr ordem no país e nos livrar dessa elite do atraso. Da direita e dos falsos conservadores liberais nada de bom virá.
Felipe Macedo (São João Del Rei, MG)


Educação
A educação pública no Brasil sempre foi negligenciada. Como Bolsonaro disse: "Não entendo essa tara por diploma". Não entende, mas a "tara por diploma" amplia as possibilidades de escolha. Simples assim. E agora querem acabar com o Fundeb ("Governo fecha acordo do Fundeb em troca de apoio para criar o Renda Brasil", Educação, 21/7).
Luana Costa (São Paulo, SP)

"Um terço dos pais teme que os filhos abandonem escola após pandemia" (Educação, 21/7). Essa pandemia vai aumentar o fosso social. Enquanto isso, o presidente vai quer tirar recursos da educação básica para o eleitoreiro Renda Brasil. Sabe o que vai ocorrer? As elites pós-graduadas estarão no exterior e ricas, enquanto o povo, sem terminar a educação básica, vai trabalhar em subempregos até morrer.
Felipe Araújo Braga (Caieiras, SP)


Vacina
Que possamos ter logo uma vacina. E penso ser de extrema importância, sempre que se aborda o assunto, falar da previsão de aplicação no Brasil ("Anvisa aprova testes de vacinas da Pfizer contra o coronavírus no Brasil", Saúde, 21/7).
Rogério Pereira da Silva (Criciúma, SC)


Pandemia
Uma das dificuldades no combate à pandemia é a falta de ações unificadas. E já estamos cansados de ver este filme: um togado de meia pataca, a exemplo do bem nutrido desembargador que rasga multas, se acha no direito de piorar ainda mais a situação ("Juiz permite abertura de bares e restaurantes em BH e chama decretos de tirania", Mercado, 21/7).
Jonas Lachini (Belo Horizonte, MG)

Vergonhosa a atitude desse juiz. Será cúmplice das mortes advindas do seu descaso.
Carmen Ligia Penna (Araçatuba, SP)


Holocausto
"Ex-guarda nazista pede desculpas pelo Holocausto durante julgamento" (Mundo, 21/7). É triste pensar no velhinho arrependido, mas com o nazismo a coisa é simples: zero perdão. Por sinal, o absurdo é pensar que a grande maioria dos soldados que cometeram atrocidades nos campos de concentração não pagou por esses crimes e, muitas vezes, teve respaldo estatal na América Latina e nos EUA.
Dannielle Miranda Maciel (São Paulo, SP)

O antigo campo de concentração nazista de Stutthof, na Polônia - Wojtek Radwanski/AFP

PT
"PT não pede nem precisa de perdão, diz Gleisi Hoffmann" (Mônica Bergamo, 21/7). Precisa sim. Esse partido se colocou como honesto e composto por pessoas qualificadas e éticas. Quem cresceu acreditando que o Brasil tinha jeito e que seria possível vencer a corrupção, como eu, espera no mínimo um pedido de perdão. Quando venceu, em 2002, o PT cooptou os corruptos de PSDB, PMDB e copiou seu modus operandi da corrupção.
Everaldo Paulo de Moraes (Cuiabá, MT)


Muito bem, Gleisi. O golpe de 2016 foi o estopim de tudo o que está aí hoje. Aécio Neves, inconformado por ter perdido a eleição, aliou-se ao de que pior há para derrubar Dilma. O filme "O Processo" (2018) conta muito bem essa história.
Mario Labegalini (São Paulo, SP)

Antes de exigir o perdão do PT, é necessário que a Justiça de Curitiba mostre as provas concretas da condenação de Lula. Aquele power point foi uma enganação, e hoje nenhum cidadão sabe afirmar o que foi roubado. O que se tem é um monte de pessoas repetindo o que foi dito milhões de vezes por uma mídia comprometida com a elite.
Elias Frutuoso Gino (Fortaleza, CE)

O Partido Socialista Francês teve 7% dos votos na última eleição presidencial justamente por essa postura arrogante e sectária -—sem falar na corrupção. O PT, ainda mais arrogante, sectário e corrupto, caminha a passos largos para o mesmo destino: a falência.
Evandro Sada (Brasília, DF)

#UseAmarelo pela Democracia

Pôr do Sol sobre as águas da represa de Balbina, em Presidente Figueiredo (AM) - Carlos Balaró


O pôr do sol no lago de Balbina, em Presidente Figueiredo (AM), traz consigo o amarelo da democracia.
Carlos Carmelo Balaró (São Paulo, SP)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.