Descrição de chapéu Coronavírus

É mãe e ficou sobrecarregada com a pandemia? A Folha quer ouvir seu desabafo

Confinamento, crianças em casa e desemprego afetaram mulheres no Brasil e no mundo; envie seu relato

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

INTERAÇÃO ENCERRADA

A pandemia do coronavírus, que já matou mais de 255 mil pessoas no Brasil, piorou desproporcionalmente a vida das mães e mulheres no país e no mundo.

Estudos mostram aumento de desigualdade de gênero em vários aspectos ao longo do confinamento iniciado em 2020 —e que está prestes a completar um ano no país.

Foram afetadas desde a saúde mental até a financeira (mulheres perderam mais seus empregos e estão sendo preteridas nas recontratações), passando pela produção científica. Para quem conseguiu fazer home office, a sobrecarga do trabalho doméstico aumentou com as crianças (e suas aulas) em casa. Já mães que precisaram sair para trabalhar se viram diante do impasse de não terem com quem deixar os filhos, o que levou também a demissões.

Você é mãe e se sentiu sobrecarregada durante a pandemia? A Folha quer ouvir o seu desabafo. Mande um áudio ou uma mensagem de texto contando sua história.

Envie seu relato para o WhatsApp da Folha: +55 11 99486-0293 ou para o email enviesuanoticia@grupofolha.com.br. Não se esqueça de dizer seu nome completo e a cidade em que mora.

Muito obrigada!

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.