Descrição de chapéu Coronavírus

Qual o primeiro lugar que você gostaria de visitar após a pandemia e por quê? Conte para a Folha

Brasil vive seu pior momento da pandemia e esperança reside no avanço, ainda tímido, da vacinação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

INTERAÇÃO ENCERRADA

Todos nós aguardamos o fim da pandemia. Nos próximos meses, seremos vacinados e as novas levas de vacina para eventuais mutações já estão em desenvolvimento. Após tanto tempo de idas e vindas, voltaremos às ruas sem maiores preocupações. Nesse cenário, a Folha quer saber: qual será o primeiro lugar que você visitará quando a pandemia acabar? Por quê?

Sabe aquele restaurante com apenas três mesas, menor que uma sala de estar, escondido numa pequena rua sem saída no bairro da Liberdade? Ou você, leitor, está ansioso para experimentar a comida daquele lugar pelo qual passou tantas vezes na frente, sempre pensando "um dia vou parar aí para ver se é bom mesmo"?

A esperança da volta à normalidade reside na vacinação, ainda tímida, mas essencial
A esperança da volta à normalidade reside na vacinação, ainda tímida, mas essencial - Rahel Paterosso/Xinhua

Ou pior: o seu lugar favorito foi uma das vítimas e o estabelecimento não existe mais? Quais são seus planos agora?

Esteja você desejando realizar um velho sonho, retomar antigos hábitos ou mesmo assistir a um filme no seu cinema de rua favorito, envie seu relato para a Folha pelo email enviesuanoticia@grupofolha.com.br . O texto precisa ter no máximo 200 palavras. Não se esqueça de mandar nome completo, idade, profissão e cidade de onde escreve. Publicaremos uma seleção com os melhores depoimentos.

Por enquanto, o Brasil enfrenta um dos piores momentos da pandemia, com mais de 20 mil mortes na última semana, a 2ª pior da pandemia. Com a vacinação em ritmo lento, resta seguir as recomendações sanitárias: se puder, fique em casa e, se sair, use máscara e pratique distanciamento social.

Obrigado!

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.