Descrição de chapéu Café da Manhã

Por que o pior momento da pandemia é agora; ouça podcast

Pesquisador da Fiocruz discute complicadores do quadro atual e estratégias para reverter a crise

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O Brasil vive o pior momento da pandemia até agora. A média móvel de mortes diárias por Covid-19 está acima de mil há mais de um mês, e sete dos dez dias com mais óbitos pela doença no país ocorreram em 2021.

Outros números também preocupam especialistas, como o da ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), que já chegou a mais de 80% em 17 capitais, segundo um relatório da Fiocruz. Em paralelo, a imunização contra a Covid-19 segue em ritmo lento —até agora, a primeira dose da vacina chegou a pouco mais de 3% da população.

Estados como Bahia e Ceará anunciaram medidas de restrição mais severas, e a cidade de Araraquara (a 273 km de São Paulo) faz um lockdown completo, sem circulação de carros ou pessoas.

No episódio desta segunda (1º) do Café da Manhã, o infectologista Julio Croda, pesquisador da Fiocruz e professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, trata dos fatores que agravam a situação em que o país se encontra, e o que é preciso fazer para revertê-la.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia. O episódio é apresentado pelos jornalistas Maurício Meireles e Magê Flores, com produção de Jéssica Maes, Laila Mouallem e Victor Lacombe. A edição de som é de Thomé Granemann.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.