Descrição de chapéu STF Folhajus

Plano golpista tinha data marcada para prisão de Moraes, diz PF; veja cronologia

Com datas de reuniões e conversas, polícia traça roteiro do planejamento de um golpe militar

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Brasília

O plano para reverter a derrota de Jair Bolsonaro (PL) na eleição, efetuar um golpe militar e prender autoridades foi discutido em mensagens e reuniões durante os meses de novembro e dezembro de 2022, segundo a Polícia Federal.

As datas desses eventos relatados pelos investigadores desenham um roteiro do que seria o golpe. De acordo com os planos dos golpistas, a prisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), ocorreria no dia 18 de dezembro daquele ano.

O ministro Alexandre de Moraes, em Brasília - Sergio Lima - 1.fev.24/ AFP

Veja os principais fatos anotados pela PF:

  • ELEIÇÃO (30/10/2022)
    Bolsonaro é derrotado por Lula no segundo turno da eleição presidencial;
  • ALVOS DEFINIDOS (11/11/2022)
    Major Rafael Martins pede orientações a Mauro Cid, ajudante de ordens de Bolsonaro, sobre realização de protestos; Cid afirma que alvos seriam o Congresso e o STF;
  • FORÇAS ESPECIAIS (12/11/2022)
    Militares das Forças Especiais fazem reunião em Brasília para tratar de plano golpista; Mauro Cid participa do encontro;
  • MINUTA DO GOLPE (19/11/2022)
    Filipe Martins, assessor de Bolsonaro, e Amauri Feres, advogado, participam de reunião no Palácio da Alvorada para discutir a minuta do decreto que reverteria o resultado da eleição e prenderia autoridades;
  • AÇÃO DE VALDEMAR (22/11/2022)
    PL, partido presidido por Valdemar Costa Neto, apresenta pedido para contestar resultado do segundo turno;
  • NOVA REUNIÃO (28/11/2022)
    Nova reunião de militares das Forças Especiais, também em Brasília, para discutir tentativa de golpe; participaram assistentes de generais que ocupavam postos de alto escalão;
  • PALÁCIO DA ALVORADA (07/12/2022)
    Reunião no Palácio da Alvorada entre Bolsonaro, comandantes militares, Filipe Martins e Amauri Feres para discutir a minuta do golpe;
  • ROTA DE MORAES (15/12/2022)
    Marcelo Câmara, assessor de Bolsonaro, discute com Mauro Cid itinerário de viagens de Alexandre de Moraes, alvo de prisão no decreto planejado pelos golpistas;
  • PRISÃO PLANEJADA DE MORAES (18/12/2022)
    Data em que Alexandre de Moraes seria preso, de acordo com planejamento obtido pela PF.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.