França bate recorde com 89 milhões de turistas em um ano

Número foi alcançado apesar do impacto negativo causado pelas manifestações dos 'coletes amarelos'

Barco em rio ao por do sol
Barco turístico navega pelo Sena, ao pôr do sol, em Paris - Ludovic Marin/AFP
Paris | AFP

A França recebeu mais de 89 milhões de turistas estrangeiros em 2018, um novo recorde para o país.

O número foi alcançado apesar do impacto negativo causado pelas recorrentes manifestações dos "coletes amarelos". Os protestos, que começaram contra a alta do combustível, causaram uma queda nas chegadas internacionais em dezembro.

"A França se manteve como o primeiro destino mundial", disse o premiê, Édouard Philippe.

Em 2018, o país europeu, que atrai turistas de todo o mundo por seus monumentos, cultura e gastronomia, recebeu 89,4 milhões de visitantes estrangeiros, aumento de 3% em relação ao ano anterior.

O país planeja chegar a 100 milhões de visitantes até o final de 2020.

Segundo o Instituto Nacional de Estatísticas, a cifra de 2018 poderia ter sido maior sem as greves nos transportes e principalmente as manifestações semanais dos coletes amarelos, que protestam há seis meses contra a política fiscal e social do governo francês.

As imagens dos protestos deram a volta ao mundo, fazendo com que muitos turistas estrangeiros cancelassem suas viagens. 

O Brasil recebeu 6,6 milhões de visitantes estrangeiros no ano passado, menos do que o museu do Louvre, com 7,6 milhões de turistas de outros países.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.