Descrição de chapéu Destinos

Spa no Sul quer conquistar cliente pelo estômago

Kurotel, em Gramado, lança jantares temáticos e incentiva hóspedes a criar pratos

Gramado

O Kurotel, na Serra Gaúcha, quer revolucionar o conceito de comida de spa. Lá, não têm vez as dietas restritivas à base de folhas e de pratos mínimos sem sabor.

Mesmo que as porções reduzidas sejam alvo constante de chororô por parte dos clientes, o sabor e apresentação cativam. 

Para engajar ainda mais os hóspedes no tratamento, o espaço lança no próximo dia 13 o Jantar do Futuro. Concebido a partir de discussões em voga sobre alimentação, o cardápio é totalmente vegano, feito com insumos de fornecedores locais e aproveitamento total dos ingredientes. 

O projeto faz parte de uma programação maior de jantares temáticos, oferecidos desde agosto do ano passado. 

No Jantar Contemporâneo Kur, por exemplo, os hóspedes são incentivados a brincar com a comida, combinando ingredientes, molhos e ervas. 

Já fizeram parte do cardápio vieira, avestruz e macadâmia. Os próximos eventos estão agendados para 20 de fevereiro e 12 de março.

“Temos muito orgulho de nosso restaurante”, afirma Rochele Silveira, diretora do Kurotel e filha dos fundadores, Luís Carlos e Neusa Silveira.

Criadas pela equipe local, as receitas são refinadas pelo chef francês Jean-Paul Bondoux, do restaurante La Bourgogne (Uruguai), desde 1997. O objetivo, explica Rochele, é mostrar que um prato saudável pode ser sofisticado. 

Além de dar seu toque ao cardápio, Bondoux também presta consultoria na horta orgânica, de onde saem os temperos que circulam em carrinhos pelo salão do restaurante e os ingredientes para os chás servidos no Kur.

Na cozinha, não entram leite (nem derivados), açúcar refinado e carne vermelha. Também se usa pouquíssimo sal. 

Mesmo com tanta restrição, saem do forno pratos como pato ao molho de laranja com purê de grão-de-bico e estrogonofe de cogumelos com chips de batata. Entre as sobremesas, destaque para a panna cotta de melancia com hibisco e o brigadeiro em versão funcional.

O horário das seis refeições diárias é rigorosamente respeitado, assim como a caminhada matinal, logo após o café da manhã (servido às 7h).

No restante do tempo, o hóspede segue uma programação personalizada, recebida diariamente na noite anterior, que pode incluir hidroginástica, meditação, aula de dança, variados tipos de massagem, palestras, oficinas e até exames de saúde (dá para descobrir a quais tipos de alimento o hóspede tem alergia, por exemplo). 

Tudo com acompanhamento profissional. A equipe de saúde inclui psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas e dentistas.

Também pode haver atividades especiais, como uma parrillada (light) no sítio da família proprietária do local, apresentações ao piano ou um flashmob com um grupo a capella durante o jantar.

Com instalações de luxo, infraestrutura baseada em inovação e tecnologia nas áreas de saúde e estética e uma preocupação mais ligada ao bem-estar do que ao emagrecimento em si, o Kurotel se consolidou como um dos melhores destinos de wellness da América Latina: há cinco anos encabeça a lista do World Luxury Spa Award, importante prêmio do setor.

Não é de se estranhar, portanto, que a clientela vire habitué. “Quantas vezes você já veio ao Kur?” é um dos jeitos de começar os papos por lá.

A jornalista viajou a convite do Kurotel

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.