Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 

Jogos PanAmericanos 2011

História

Buenos Aires - 1951

Reprodução

O presidente da Argentina, Juan Domingo Perón, ao lado da primeira-dama, Evita, na abertura do Pan-51.
O presidente da Argentina, Juan Domingo Perón, ao lado da primeira-dama, Evita, na abertura do Pan-51.
Medalhas
       
ArgentinaArgentina 68 47 39
Estados UnidosEstados Unidos 46 33 19
CubaCuba 9 9 10
ChileChile 8 19 12
ChileBrasil 5 15 12

Argentinos dominam 1ª edição dos Jogos

Anfitriã da edição inaugural dos Jogos Pan-Americanos, a Argentina terminou na ponta do quadro de medalhas, com 150 (68 de ouro, 44 de prata e 38 de bronze), superando os Estados Unidos, que somaram 95 pódios (44 de ouro, 33 de prata e 18 de bronze). Essa foi uma das duas únicas edições que não foram dominadas pelos norte-americanos -a outra foi Havana-91. Cuba, que mais tarde se consolidaria como segunda força dos Jogos, terminou na terceira colocação, à frente do Chile, quarto.


Pôster dos Jogos Panamericanos de Buenos Aires - 1951

Brasil


O Brasil teve uma participação razoável na primeira edição dos Jogos Pan-Americanos. Com 32 medalhas (cinco de ouro), terminou na quinta colocação no quadro de medalhas. O maior destaque individual do país foi o Adhemar Ferreira da Silva, campeão do salto triplo, que, no ano seguinte, também ficou com o ouro nos Jogos Olímpicos de Helsique (Finlândia). Na natação, Tetsuo Okamoto venceu os 400 m e 1.500 m livre.

Curiosidades

Em agosto de 1940, no primeiro Congresso Pan-Americano, Buenos Aires foi escolhida para receber a edição inaugural do Pan, em 1942, mas a 2ª Guerra Mundial levou ao cancelamento dos Jogos, que só aconteceriam em 1951.

O Pan-Americano de Buenos Aires, realizado de 25 de fevereiro a 8 de março, contou com 2.513 atletas, representando 21 países, e apenas quatro não ganharam medalhas --El Salvador, Guiana, Nicarágua e Uruguai.

O USOC (Comitê Olímpico Norte-Americano) enviou apenas 175 atletas ao Pan-Americano de Buenos Aires. A entidade encontrou dificuldade para levantar o dinheiro necessário para a viagem da delegação.

A Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana), responsável pela organização dos Jogos, foi criada em 1955. Atualmente, a entidade conta com 42 países filiados da Américas do Norte, Sul e Central e do Caribe.

Os anfitriões dominaram totalmente a disputa do boxe no Pan-Americano-51. Os argentinos faturaram o ouro nas oito categorias em disputa. O outro destaque do país foi Delfo Cabrera, campeão na maratona.

A competição contou com 19 esportes --atletismo, basquete, beisebol, boxe, ciclismo, hipismo, esgrima, futebol, ginástica, levantamento de peso, luta, natação, pentatlo moderno, pólo aquático, pólo, remo, tênis, tiro e vela.

Além de Adhemar Ferreira da Silva (ouro no salto triplo), o Brasil teve como destaque o nadador Tetsuo Okamoto, que venceu os 400 e 1500 m livre e prata no revezamento 4 x 200 m livre. Eric Tinoco Marquez venceu o pentatlo.

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página