Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 

Pan 2011

Quadro completo

          total
EUAEUA 92 79 65 236
CubaCuba 58 35 43 136
BrasilBrasil 48 35 58 141
MéxicoMéxico 42 41 50 133
História

Winnipeg - 1967

Reprodução

Mãe de Valeskinha, do vôlei feminino, Aida dos Santos treina lançamento de peso para Jogos de Winnipeg.
Mãe de Valeskinha, do vôlei feminino, Aida dos Santos treina lançamento de peso para Jogos de Winnipeg.
Medalhas
       
Estados UnidosEstados Unidos 120 63 42
CanadáCanadá 12 37 43
BrasilBrasil 11 10 5
CubaCuba 8 14 26
ArgentinaArgentina 8 13 11

Em casa, Canadá se firma como força

Após um início tímido nos Jogos, o Canadá somente conseguiu se firmar como força do esporte pan-americano em sua primeira edição como mandante -ficou na segunda colocação, com 92 medalhas, 12 de ouro.Por ser uma das potências econômicas do continente, imaginava que se firmaria nessa posição, atrás apenas dos Estados Unidos. No entanto, não imaginava que Cuba se desenvolveria e ficaria com o posto.Os Jogos de 1967 tiveram a participação de 2.361 atletas, representando 29 países. Cuba obteve 48 pódios (8 de ouro, 14 de prata e 26 de bronze).


Pôster dos Jogos Panamericanos de Winnipeg - 1967

Brasil


Depois de conquistar o vice-campeonato em São Paulo-63, o Brasil desceu um degrau no pódio e foi o terceiro melhor país dos Jogos de Winnipeg, mesmo com apenas 26 medalhas -Cuba, Argentina e México subiram mais vezes no pódio. Um dos destaques do país no Pan canadense foi Nelson Pessoa, pai de Rodrigo Pessoa. O ginete ficou com duas medalhas no hipismo, ambas nos saltos -ouro por equipes e prata no torneio individual.

Curiosidades

José Sílvio Fiolo voltou a colocar o Brasil no lugar mais alto do pódio na natação, o que não acontecia desde 1951. Ele foi ouro nos 100 m e 200 m peito. Na Olimpíada de 1968, Fiolo terminou só em quarto nos 100 m peito.

Outra estrela da natação em 1967 foi Mark Spitz (EUA), que conquistou cinco medalhas de ouro --100 e 200 m borboleta, revezamentos 4 x 100 m e 4 x 200 m livre e 4 x 100 m medley. Na Olimpíada de 1972, ganharia sete ouros.

Na cidade canadense, Thomas Koch garantiu duas vitórias do tênis brasileiro. Ele foi campeão em simples --venceu o norte-americano Herbert Fitzgibbon na final-- e em duplas, ao lado de Edson Mandarino, quarto em simples.

Depois de ganhar nove medalhas (3 de ouro, 5 de prata e 1 de bronze) em 1963, o boxe brasileiro decepcionou em 1967 e trouxe só uma prata com Luís Fabre, que perdeu para o argentino Jorge Ahumada na decisão dos médios.

Em Winnipeg, a esgrima brasileira viveu seu melhor momento e faturou o único ouro pan-americano de sua história. Artur Telles superou Frank Anger (EUA), ouro em 1963, na espada individual. Também foi prata por equipes.

O judô também teve um desempenho destacado em Winnipeg. Foram duas medalhas de ouro --Akira Ono e Takeshi Miura--, uma de prata e um de bronze. Já o atletismo decepcionou com só dois pódios, mas nenhum ouro.

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

TV Smart TV Smart HDMI, LED, Full HD a partir de R$ 999,99

Refrigerador Refrigerador Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página