Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 

Pan 2011

Quadro completo

          total
EUAEUA 92 79 65 236
CubaCuba 58 35 43 136
BrasilBrasil 48 35 58 141
MéxicoMéxico 42 41 50 133
História

San Juan - 1979

Reprodução

Eduardo de Souza Ramos conquista a medalha de prata na classe soling da vela pan-americana.
Eduardo de Souza Ramos conquista a medalha de prata na classe soling da vela pan-americana.
Medalhas
       
Estados UnidosEstados Unidos 126 95 45
CubaCuba 64 47 34
CanadáCanadá 24 43 70
BrasilArgentina 12 7 17
BrasilBrasil 9 13 17

Estados Unidos mantêm hegemonia no Pan

Mesmo incomodados com o crescimento de Cuba, os Estados Unidos novamente terminaram em primeiro a classificação final do Pan, em San Juan, com um total de 266 medalhas (126 de ouro, 95 de prata e 45 de bronze). A competição na capital porto-riquenha, realizada de 1º a 15 de julho, contou com a participação de 3.700 atletas, representando 24 países. Foi a primeira vez que os Jogos, que chegavam à oitava edição, foram realizados em um país da América Central.


Pôster dos Jogos Panamericanos de San Juan - 1979

Brasil


O Brasil alcançou 39 pódios, número menor do que havia obtido em 1975, e voltou a ficar atrás da rival Argentina, que obteve 36, mas somou três ouros a mais -12. A quinta posição no quadro de medalhas só foi possível graças ao bom desempenho do judô. A arte marcial foi responsável por 44,4% das medalhas de ouro conquistadas pelo Brasil. Das nove, quatro vieram nos tatames: Luís Shinohara (60 kg), Carlos Cunha (78 kg), Carlos Pacheco (95 kg) e Oswaldo Simões (open).

Curiosidades

João Carlos de Oliveira, o João do Paulo, conquistou as únicas duas medalhas de ouro do Brasil no atletismo em 1979. Ele ganhou o salto em distância, com 8,18 m [Carl Lewis ficou em terceiro] e o triplo, com 17,27 m.

O arco e flecha (feminino e masculino), patinação (artística e velocidade), hóquei sobre patins e softbol (feminino e masculino) foram incluídos no programa dos Jogos de San Juan, totalizando 22 esportes --quatro a mais que em 75.

Djan Madruga se tornou recordista de medalhas ganhas na natação em uma única edição do Pan. Foram seis medalhas: três de prata (400 m, 1.500 m e 4 x 200 m livre) e três de bronze (200 m costas, 200 m e 4 x 100 m livre).

O boxeador Tony Tucker (EUA), que chegou a conquistar o título dos pesados pela FIB (Federação Internacional de Boxe) --manteve o cinturão por apenas 64 dias, em 1987--, foi ouro na categoria meio-pesado em San Juan.

Cuba dominou totalmente a disputa masculina da ginástica artística. Foram oito medalhas de ouro, quatro de prata e três bronze. O destaque da equipe foi Casimiro Suárez, com quatro títulos. O Brasil foi bronze por equipes.

Considerado o melhor boxeador amador de todos os tempos, o cubano Teófilo Stevenson sagrou-se bicampeão pan-americano em San Juan. O pugilista caribenho também foi três vezes campeão olímpico --1972, 76 e 80.

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Ford Fiesta Ford Fiesta Confira aqui! A partir de R$ 15.749

Notebook Notebook LED, HDMI e USB, a partir de 14x de R$ 62,23

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página