Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
Publicidade

Cesar Cielo conquista o tricampeonato mundial nos 50 m livre

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS
Publicidade

O brasileiro Cesar Cielo, 26, se tornou o primeiro nadador a conquistar o tricampeonato mundial dos 50 m livre, com 21s32.

Ele é também o nadador mais rápido da prova desde o banimento dos trajes tecnológicos, em 2009.

O russo Vladimir Morozov foi prata, com 21s47. George Bovell, de Trinidad e Tobago, levou o bronze: 21s51.

Cielo já havia conquistado no Mundial espanhol a medalha de ouro e o bicampeonato nos 50 m borboleta, prova que não é olímpica.

O brasileiro havia se classificado com o terceiro melhor tempo da semifinal dos 50 m livre, 21s60, empatado com Nathan Adrian (EUA).

Fabrice Coffrini/AFP
Cielo vibra com a medalha de ouro e o inédito tricampeonato mundial nos 50 m livre
Cielo vibra com a medalha de ouro e o inédito tricampeonato mundial nos 50 m livre

Florent Manaudou havia sido o mais rápido, com 21s37, o terceiro melhor tempo da história sem os trajes tecnológicos, que ajudavam a flutuar e a deslizar e foram banidos no final de 2009.
O francês marcou 21s34 para conquistar o ouro nos Jogos de Londres-2012.

O brasileiro é o detentor da melhor marca de todos os tempos: 20s91, marcado ainda com os supermaiôs.

Ainda nas semifinais dos 50 m livre no Mundial de Barcelona, o norte-americano Anthony Ervin havia feito 21s42 para se classificar à final na segunda colocação.

Cielo teve uma preparação um pouco conturbada para a competição espanhola.

Após o bronze nos 50 m livre na Olimpíada de Londres, ele foi submetido a uma cirurgia nos dois joelhos.

No início deste ano, perdeu o apoio de seu clube, o Flamengo, que fez corte nos times de esportes olímpicos.

Ele também trocou de treinador. O brasileiro rompeu a parceria com Albertinho e viu acabar sua equipe de treinamento, a PRO 2016.

Também iniciou o trabalho com um novo técnico, o norte-americano Scott Goodrich, apenas um ano mais velho.

O Mundial de Barcelona foi o primeiro grande teste dessa nova fase do nadador.

9 MEDALHAS

Esta foi a nona medalha do Brasil no Mundial de Barcelona, a quarta na natação. Antes, Cesar Cielo ganhou o ouro nos 50 m borboleta, Thiago Pereira nos 200 m medley e Felipe Lima foi bronze nos 100 m peito.

As outras cinco medalhas foram obtidas na maratona aquática.

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

Livraria da Folha

Sócrates
Tom Cardoso
De:
Por:
Comprar
Fifa 15 (PS3)
EA
De:
Por:
Comprar
Guga
Gustavo Kuerten
De:
Por:
Comprar
Eu Sou Ali
Claire Lewis
De:
Por:
Comprar
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página