Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Corintiano que foi preso em Oruro briga no DF; Gaviões diz que torcedor é inocente

Publicidade

A briga entre torcedores do Corinthians e do Vasco durante partida do Brasileiro no último domingo, em Brasília, contou com um corintiano que esteve preso em Oruro, na Bolívia, pela morte do jovem Kevin Espada.

Leandro Silva de Oliveira é visto em área que não era da torcida da Gaviões, agredindo um policial e brigando com torcedores do Vasco, dentro do estádio Mané Garrincha.

Sócio da Gaviões da Fiel, o torcedor ficou cinco meses e meio preso em Oruro devido às acusações pela morte de Kevin Espada, atingido por um sinalizador atirado pela torcida corintiana durante jogo da Libertadores contra o San José, em fevereiro.

Libertado por falta de provas, Oliveira deixou a prisão no dia 2 de agosto junto com outros quatro corintianos. No último domingo, o torcedor foi flagrado trocando socos e enfrentando policiais e vascaínos nas arquibancadas do Mané Garrincha.

"Ele era inocente em Oruro e é inocente na briga em Brasília", afirmou o diretor jurídico da Gaviões, Ricardo Cabral, que confirmou que Oliveira estava no jogo no Mané Garrincha e que não poderá dar entrevistas por mando da uniformizada.

Com informações do UOL

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

Livraria da Folha

Corinthians
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

TV LED TV LED Smart, HDMI, Full HD a partir de R$ 899,90

Geladeira Geladeira Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página