Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Com polêmica envolvendo Cauã Reymond e Isis Valverde, 'Amores Roubados' estreia hoje

Publicidade

Na linha da TV americana de usar elementos cinematográficos em seus seriados, a Globo coloca no ar hoje a minissérie "Amores Roubados".

Como ocorre no cinema, a maior parte da produção foi rodada em locações isoladas. Além disso, tem Walter Carvalho, grife do cinema nacional, na direção de fotografia.

Ator Osmar Prado tratou câncer durante gravações de 'Amores Roubados'

A minissérie, em dez capítulos, é baseada num folhetim do início do século 20, "A Emparedada da Rua Nova", de Carneiro Vilela (1846-1913), que virou romance e também lenda urbana.

Estevam Avelar/Globo
Cauã Reymond e Isis Valverde em cena da minissérie 'Amores Roubados'
Cauã Reymond e Isis Valverde em cena da minissérie 'Amores Roubados'

É a saga de um Don Juan que engravida a filha do homem mais poderoso da cidade. Com a desculpa de preservar a honra da família, o pai empareda a jovem para que ela morra entre os tijolos.

Na versão para TV, o desfecho não foi divulgado. O Don Juan é um sommelier vivido por Cauã Reymond, que se envolve com três mulheres — duas delas, mãe e filha, vividas por Patrícia Pillar e Isis Valverde—, o homem poderoso é Murilo Benício e o cenário é a fictícia Sertão.

Um enredo paralelo, também coisa de cinema, no entanto, atravessou a trama.

Em outubro, rumores sobre um suposto envolvimento entre Cauã e Isis — que filmaram, entre agosto e setembro, em Paulo Afonso (BA) e Petrolina (PE)— teriam congelado a divulgação da obra.

Com ou sem fofoca, os atores reclamavam do isolamento e da distância da família.

"Foi muito sofrido ficar longe. Aconteceu quando começamos a criar uma relação", disse Cauã sobre a filha Sofia, 1, ao fim da gravação.

"O mais difícil foi comer lá, com a alergia que tenho ao glúten (risos). Ficar longe dos amigos e da família é difícil, mas fazer essa imersão onde a personagem cresceu e viveu foi essencial para me conectar com ela", conta Isis.

Cauã, que com a atriz Grazi Massafera levava a vida de marido e mulher a comerciais de biscoitos e tintas de parede, afirmou em dezembro que o casamento havia acabado.

'CARREGAR A CRUZ'

A Folha apurou com profissionais ligados à produção que a aposta da Globo na minissérie, inicialmente alta, minguou com os rumores do romance real. A emissora chegou a receber sugestões para mudar o nome da série.

Mesmo sem confirmação do namoro, Isis foi recriminada nas redes sociais, e suas fotos no Instagram viraram alvo de xingamentos. Acabou trancando o acesso à conta.

Em entrevista por e-mail, a atriz diz que sua personagem, Antônia, se parece com ela por ter "um espírito livre" e por ser "espontânea".

"[A personagem] me mostrou ter força em momentos que ninguém teria, me mostrou o que é você ser forte e saber carregar a cruz que é designada a você", afirma.

"Mas mantenho ela [Antônia] em uma caixinha e a Isis em outra, para que nenhuma das duas se perca de si mesma", diz a atriz, que, questionada sobre a possibilidade de os rumores de romance atrapalharem o desempenho da série, preferiu não responder.

NA TV
"Amores Roubados"
Estreia da minissérie
Hoje 22h15, na Globo

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Top of Mind

Siga a folha

Publicidade Drummond

Envie sua notícia

Publicidade

+ Livraria

Livraria da Folha

Chacrinha: A Biografia
Denilson Monteiro e Eduardo Nasife
De:
Por:
Comprar
Vale Tudo
Nelson Motta
De:
Por:
Comprar
Box - As Eras
Eric Hobsbawm
De:
Por:
Comprar
Put Some Farofa
Gregorio Duvivier
De:
Por:
Comprar
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página