Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Presidente do Santander diz que analista fez 'coisa errada'

Publicidade

O presidente mundial do Banco Santander, Emilio Botín, afirmou nesta terça-feira (29) em palestra no Rio que o boletim interno que afirmava que o eventual sucesso eleitoral da presidente Dilma Rousseff produzirá uma piora na economia do Brasil não reflete a posição da instituição, e sim de um analista, que ele disse ter sido o responsável pela análise.

O Santander, segundo o executivo, demitiu o funcionário. "Enviamos uma carta à presidente. A pessoa tinha que ser demitida porque fez coisa errada", disse Emilio Botín a jornalistas. "[O informe] É a opinião de um analista, não é a opinião do Santander. Nós tomamos as medidas necessárias", segundo informações do portal UOL.

A análise da instituição financeira, enviada a clientes de alta renda no dia 1º de julho, dizia que, se Dilma subir nas pesquisas, juros e dólar vão subir, e a Bolsa, cair.

A opinião já frequentava o mercado financeiro de forma difusa, mas nunca assumida, e lembra o "lulômetro", termo criado por um analista do banco Goldman Sachs, na eleição de 2002, que usou uma combinação de indicadores para prever a cotação futura do dólar disparando caso o petista fosse eleito.

Sobre o boletim, Emilio Botín disse que "essas coisas acontecem". "O Santander tem 80 mil empregados. Isso pode acontecer com outros bancos. O importante é que, quando uma pessoa falha e faz algo mal feito, o banco toma suas medidas", ressaltou.

A presidente Dilma classificou a análise do banco de "inadmissível" e "lamentável", tratando-se, segundo ela, de mais uma "especulação" do período eleitoral.

"A característica de vários segmentos é especular. Sempre que especularam, não se deram bem. (...) É inadmissível para qualquer país, principalmente um país que é a sétima economia do mundo, aceitar qualquer nível de interferência de qualquer integrante do sistema financeiro, de forma institucional, na atividade eleitoral e política", afirmou a presidente na sabatina realizada em parceria entre Folha, UOL (ambos do Grupo Folha), SBT e rádio Jovem Pan nesta segunda (28).

Dilma subiu o tom de voz na sabatina, numa demonstração de insatisfação com o episódio, e afirmou: "Eu vou ter uma atitude bastante clara em relação ao banco", evitando, porém, dizer qual.

"O presidente do banco no Brasil [Jesús Zabalza] já comunicou as autoridades que ficamos muito chateados que isso tenha acontecido e já enviou uma carta à presidente Dilma", afirmou Botín. Para Dilma, contudo, o pedido de desculpas foi "protocolar".

Procurado, o Santander informou que não iria se pronunciar sobre o episódio, e disse que todas as medidas estavam sendo tomadas pela instituição, em referência à demissão do analista responsável pela análise.

O informe do banco causou a ira dos petistas, e foi usado pelos candidatos à Presidência da oposição, Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), para atacar a política econômica do governo.

Para o ex-presidente Lula, o autor do informe do Banco Santander "não entende porra nenhuma de Brasil".

AÉCIO IRONIZA

Aécio disse que o governo não contestou a avaliação do banco -apenas agiu para que os responsáveis fossem demitidos.

"O governo deveria estar muito mais preocupado em reagir positivamente do que punir um funcionário. O terrorismo foi o governo quem instalou no país. Ao invés de estimular a economia, pedem a punição."

Aécio ironizou membros do PT que acusaram o PSDB de estimular o comunicado do banco ao afirmar que a oposição não está "infiltrada" no Santander. "Se eles forem demitir todos que fazem avaliações negativas do governo, vão ter que demitir muita gente."

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

+ Livraria

Livraria da Folha

O Nobre Deputado
O Nobre Deputado
Márlon Reis
De:
Por:
Comprar
Notícias da Antiguidade Ideológica (DVD)
Notícias da Antiguidade Ideológica (DVD)
Hans Magnus Enzensberger
De:
Por:
Comprar
Uma História do Comunismo (DVD Duplo)
Uma História do Comunismo (DVD Duplo)
Patrick Rotman e Patrick Barbéris
De:
Por:
Comprar
Getúlio (1945-1954)
Getúlio (1945-1954)
Lira Neto
De:
Por:
Comprar
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

TV TV LED, 3D, FULL HD e Smart a partir de R$ 399,90

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página