Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Eleições 2014

Datas
  • Propaganda 19.ago
  • 1º turno 5.out
  • 2º turno 26.out

Marina empata com Dilma na corrida presidencial, diz Datafolha

Publicidade

Pesquisa Datafolha finalizada nesta sexta (29) mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) e a ex-ministra Marina Silva (PSB) numericamente empatadas na simulação de primeiro turno da eleição presidencial. Cada uma tem 34% das intenções de voto.

No teste de segundo turno, Marina seria eleita presidente da República com dez pontos de vantagem: 50% a 40%.

Os dados mostram fortalecimento da candidatura Marina, inscrita como cabeça de chapa do PSB após a morte de Eduardo Campos num acidente aéreo, em 13 de agosto.

Em relação ao levantamento anterior do instituto, feito imediatamente após a tragédia, Marina apresenta melhor desempenho tanto na simulação de primeiro quanto na de segundo turno.

No intervalo de duas semanas, ela cresceu 13 pontos no teste de primeiro turno, enquanto Dilma oscilou dois pontos para baixo.

No embate final contra a petista, onde antes havia empate técnico no limite máximo da margem de erro, Marina foi de 47% para 50%. Dilma recuou de 43% para 40%.

A pesquisa mostra ainda recuo das intenções de voto em Aécio Neves (PSDB), afastando sua chance de disputar um segundo turno.

No levantamento com todos os candidatos, o tucano caiu de 20% para 15%. Num eventual confronto final contra Dilma, ele perde por 48% a 40% (o Datafolha não investigou a hipótese de segundo turno entre Aécio e Marina).

Juntos, todos os outros candidatos à Presidência somam 3%. Votos nulo ou em branco totalizam 7%. Outros 7% estão indecisos.

A consolidação da candidatura Marina fica evidente na pesquisa espontânea, quando o entrevistador pergunta pelo voto do eleitor sem mostrar a lista de candidatos.

Nesse tipo de apuração, as intenções de voto em Marina subiram de 5% para 22%. Com Dilma, o avanço foi de 24% para 27%.

MUDANÇA

O avanço de Marina ocorre no momento em que o Datafolha também detecta uma taxa recorde de eleitores sedentos por mudanças.

De cada dez entrevistados, oito afirmam preferir que as ações do próximo presidente sejam diferentes das atuais.

A taxa de desejo de mudança (79%) está três pontos acima da identificada na pesquisa anterior, que já era comparável apenas ao número apurado em setembro de 2002, véspera da eleição vencida pelo então oposicionista Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na análise das intenções de voto por região, o equilíbrio entre Dilma e Marina no primeiro turno desaparece.

Marina vence Dilma com folga nas regiões Sudeste, a mais populosa (35% a 26%), e Centro-oeste (39% a 29%).

Dilma, por sua vez, bate Marina com larga margem no Nordeste, a segunda região mais populosa (47% a 31%), e no Norte (46% a 30%).

As duas ex-ministras do governo Lula estão numericamente empatadas nos três Estados do Sul (32% a 32%).

Dilma continua líder em rejeição, com 35% dispostos a não votar nela de jeito nenhum. Nesse aspecto, a vantagem de Marina é robusta: só 15% do eleitorado a rejeita.

Também há grandes diferenças entre as intenções de voto em Dilma e em Marina nos vários segmentos sociais investigados pelo Datafolha.

Marina vai bem melhor que Dilma entre os eleitores mais jovens, de 16 a 24 anos (42% a 31%); junto aos que têm ensino superior (43% a 22%); no grupo dos que têm renda familiar mensal entre 5 e 10 salários mínimos (44% a 21%); e nas cidades com mais de 200 mil e menos de 500 mil habitantes (38% a 26%).

Já Dilma ostenta vantagem robusta sobre Marina no grupo das pessoas com mais de 60 anos (38% a 25%); entre os que têm ensino fundamental (44% a 25%); no universo dos mais pobres, com renda familiar mensal de até dois salários mínimos (41% a 31%); e nos municípios pequenos, com até 50 mil habitantes (44% a 29%).

Religião também apresenta diferenças significantes. Os católicos, o maior grupo, preferem Dilma (38% a 30%). Mas Marina tem vantagem mais significativa entre evangélicos de igrejas não pentecostais (44% a 29%) e entre pentecostais (41% a 30%).

O Datafolha ouviu 2.874 eleitores nesta sexta e na quinta (28). A margem de erro do levantamento é de dois pontos para mais ou para menos.

Editoria de Arte/Folhapress

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

+ Livraria

Livraria da Folha

Notícias da Antiguidade Ideológica (DVD)
Notícias da Antiguidade Ideológica (DVD)
Hans Magnus Enzensberger
De:
Por:
Comprar
Uma História do Comunismo (DVD Duplo)
Uma História do Comunismo (DVD Duplo)
Patrick Rotman e Patrick Barbéris
De:
Por:
Comprar
Getúlio (1945-1954)
Getúlio (1945-1954)
Lira Neto
De:
Por:
Comprar
Eleição 2014
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

TV TV LED, 3D, FULL HD e Smart a partir de R$ 399,90

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página