Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel
Descrição de chapéu Folhajus

Réu bolsonarista que matou petista fica sem advogado às vésperas de julgamento

Motivo é falta de pagamento; acusado de cometer homicídio duplamente qualificado vai ao Tribunal do Júri dia 4 de abril, em Foz do Iguaçu (PR)

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Curitiba

O ex-policial penal bolsonarista Jorge Guaranho, preso por matar o guarda municipal e militante petista Marcelo Arruda em 2022, em Foz do Iguaçu (PR), está sem advogado de defesa às vésperas do seu julgamento, daqui a quase duas semanas.

O Escritório Dalledone e Advogados Associados não está mais no caso desde terça-feira (19), por falta de pagamento.

"A renúncia foi motivada pelo inadimplemento contratual. Ressaltamos que não está relacionada ao mérito do caso em si, mas sim a questões contratuais específicas", informou o escritório, em nota ao Painel.

O guarda municipal Marcelo Aloizio de Arruda (à esquerda) morreu após ser baleado na própria festa de aniversário, em Foz do Iguaçu, pelo bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho (à direita) - Arquivo pessoal e Reprodução

Na terça, o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, demitiu Guaranho, que era servidor da penitenciária federal de Catanduvas (PR), no contexto de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD).

O juiz Hugo Michelini Júnior já determinou a intimação do réu "para que, querendo, constitua novo defensor no prazo de cinco dias, considerando a proximidade da data designada para a sessão de julgamento".

O bolsonarista é acusado de cometer homicídio duplamente qualificado e seu caso está na pauta do Tribunal do Júri do dia 4 de abril.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.