Cozinhar em casa dá trabalho, não podemos glamorizar, diz chef

Ninguém deve ser sentir culpado por estar cansado para a tarefa; mas, com o tempo, é possível ganhar agilidade no fogão

São Paulo

Partidária da comida caseira, a chef Letícia Massula tem vários truques para facilitar o preparo de alimentos e economizar.

Mesmo assim, ela lembra, em conversa feita no Ao Vivo em Casa desta sexta (4), que não se deve glamorizar o trabalho na cozinha e que ninguém precisa se sentir culpado por não ter tempo ou estar cansado para a tarefa.

Depois de meses de isolamento social, não faltam piadas e memes nas redes sociais sobre a quantidade de louça para lavar e os desastres dos chefs caseiros da quarentena. A falta de tempo e cansaço, porém, afastam as pessoas do fogão.

Em conversa com a repórter da Folha Marília Miragaia , Letícia conta que é difícil fazer do zero todos os elementos que são consumidos em casa —uma boa estratégia é canalizar esforços para os itens de preferência de cada um. Isso significa, no seu caso, ter uma produção caseira de catchup, que ela diz usar até quando come arroz.

Com a intenção de cozinhar de forma mais barata e rápida, muitas pessoas optam por alimentos ultraprocessados —que podem ter componentes como gorduras hidrogenadas ou modificadas e passar por diversas etapas de processamento (algumas se valendo de aditivos químicos para dar sabor, aumentar a durabilidade melhorar outras propriedades, como consistência).

Massula afirma que, apesar dessas alternativas parecerem mais baratas, a tese não se sustenta quando os gastos são colocados ponta do lápis.

Para a chef, a economia na cozinha também passa pela divisão das tarefas em casa. Ela, que antes de se tornar cozinheira era advogada e trabalhava com causas relacionadas a direitos humanos, afirma que a entrada das mulheres no mercado de trabalho teve impacto na qualidade da alimentação no lar.

“Quando viajo pelo sertão, vejo que muitos processos estão se perdendo, porque não teve um resgate coletivo de práticas. Ficou na mão das mulheres”. E, para Massula, a questão vai além da preservação da tradição: “Estamos falando em segurança alimentar, economia, sustentabilidade. Não dá para jogar tudo nas costas das mulheres”.

​A chef comandou o projeto Cozinha da Mathilde, um espaço de cursos e restaurante itinerante em sua própria casa em São Paulo e trabalhou à frente do Açougue Feed, onde especializou-se no preparo de carnes.

Há três anos vive em Pirenópolis, em Goiás, onde pesquisa e escreve sobre ingredientes e tradições brasileiras. Ela também é apresentadora de duas séries disponíveis na Amazon Prime, a “Receitas Brasil” e “Prato do Dia”. Nessa última, a cada episódio, ela vai ao mercado fazer compras com um tema e um valor fixos para mostrar jeitinhos de cozinhar com orçamento limitado.

AO VIVO em casa com a chef Leticia Massula no dia 4.set.2020
Letícia Massula, chef e pesquisadora, que participa do Ao Vivo em Casa nesta sexta-feira (4) - Folhapress

Dicas para não perder tempo e dinheiro na cozinha

  • Separe os alimentos em pequenas porções antes de congelar e use de acordo com a necessidade, para evitar desperdício
  • Tenha uma receita em mente quando for fazer compras ou dê preferência a ingredientes que podem ser usados em diversos preparos, para não enjoar —por exemplo, grão-de-bico, pode virar cozido, salada ou ser preparado assado
  • Aproveite a hora de cozinhar para fazer porções suficientes para duas ou três refeições
  • Para conservar ervas, como salsinha e coentro, lave-as e deixe secar em um copo com água; quando as folhas estiverem sem umidade, cubra com um saco plástico e guarde na geladeira
  • Compre ingredientes em mais de um ponto de maturação: por exemplo, bananas maduras e verdes
  • Vá ao mercado com uma lista para evitar compras por impulso

*

O Ao Vivo em Casa, série de lives da Folha, é transmitido no site do jornal e também em seu canal no YouTube, onde é possível mandar perguntas para os entrevistados.

Às sextas, Comida, Turismo e Ilustrada se revezam nas lives às 17h, para ouvir especialistas e trazer histórias e dicas de gastronomia, viagens e cultura durante a quarentena —e ajudar a se planejar para o que virá depois desse período.

PROGRAMAÇÃO DAS LIVES

Segunda-feira Poder

Terça-feira Folhinha

Quarta-feira Saúde

Quinta-feira Mercado e Painel S.A.

Sexta-feira Ilustrada, Turismo e Comida

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.